Google+ Followers

LEIA O TEXTO EM OUTRAS LÍNGUAS / READ TEXT IN OTHER LANGUAGES

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

NÃO É JUSTO FAZER JUSTIÇA COM AS PRÓPRIAS MÃOS EM NOME DA DEMOCRACIA E DOS DIREITOS HUMANOS



EDITORIAL


MANAUS - Pouco tempo atrás, o então Presidente do Iraque, o Ditador Saddam Hussein, foi condenado pelo seu próprio povo e padeceu enforcado no dia 30 de dezembro de 2006. Sua morte se deve aos inúmeros atos cruéis praticados contra cidadãos iraquianos que lutavam por uma vida digna e por liberdade.
Nesta data, 20 de outubro de 2011, a população Líbia, em resposta a todas as atrocidades praticadas pelo Ditador Muamar Kadaf, então Presidente líbio, também contra seu próprio povo, na mesma moeda, devolveu-lhe a morte. De acordo com cidadãos dos dois países, a morte dos ditadores é justa e se deve a tudo que de cruel praticaram contra os cidadãos de bem daqueles países.
Não obstante, vale ressaltar que estamos no terceiro milênio, experimentando novas filosofias de vida em que as organizações de direitos humanos no mundo inteiro crescem, assim como suas lutas pela preservação da vida, ainda que a vida seja do infrator. Na atual conjuntura, o silêncio de todas essas organizações é algo inusitado. Viu-se porém apenas o filósofo francês Bernard Henri-Lévy, pensador conteporâneo, manifestar-se contra, dizendo em entrevista ao canal de televisão francês BFM TV que a captura e o julgamento do ditador teria ajudado mais o país a virar a página de 40 anos de repressão e violência. Para ele a Líbia vai reescrever sua história sem um processo, sem a verdade e sem justiça.
Então, o que justificaria isso? Seria a força do povo que sofreu com os ditadores? Essa ação, vingança com as próprias mãos, justifica-se por todos os atos crueis praticados pelos ditadores? Por que muitas pessoas, cristãs, diga-se de passagem, aplaudiram de pé a morte dos ditadores? Digo isso porque acredito não ser uma opção aceitável para quem professa Jesus Cristo.
Os países ocidentais tinham interesse na saída de Muamar kadaf do Poder, fomentaram no povo líbio essa possibilidade, alimentando-os com armamento pesado para lutarem até a real concretização da queda do ditador. E dessa forma, será que não seria justo, legal, moral, humano, apesar de ter sido ele desumano, levá-lo ao Tribunal Penal Internacional, como prevê o Estatuto de Roma, para ser julgado e condenado e pagar pelo que fez a seu povo por meio do devido processo legal? Ou será que ainda há Tribunal de Exceção de fato? Sabemos que não é a via mais fácil evitar ou eliminar a violência com violência.
Não estou aqui defendendo a morte de uma ou de outra pessoa, muito menos defendendo aqueles que promoveram enquanto donos do poder a morte de milhares de pessoas inocentes, e da forma mais cruel. Mas é importante manifestar minha posição sobre atos crueis, sobre a morte pela vingança, mesmo tendo ocorrido absurdos contra pessoas inocentes. Afirmo e reafirmo que os dois ditadores deveriam sim pagar pelos seus atos, mas que fosse pela via legal.
Agora, com a morte do ditador Muamar Kadaf, a paz vai reinar na Líbia? Espero absolutamente que sim, pois desejo a paz no mundo inteiro.
Viva a democracia, viva a paz, cultivemos a legalidade, acreditemos no homem e tenhamos fé em Deus.

Elaborado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA

2 comentários:

  1. Verdade. Entendo até o lado humano da questão, mas vejamos as mortes que ele causou também. Acesse o nosso Blog Bocas e Notícias www.bocasenoticias.blogspot.com.br de Tabatinga (AM).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Blogs da Amazônia, o artigo intitulado "NÃO É JUSTO FAZER JUSTIÇA COM AS PRÓPRIAS MÃOS EM NOME DA DEMOCRACIA E DOS DIREITOS HUMANOS" busca destacar a importância e o valor da vida. A ideia foi demonstrar que nada justifica a morte de qualquer pessoa. A vida é o bem maior que o cidadão possui. Ainda que existam criminosos cometendo atrocidades, o fato de vivermos em um país em que prevalece o Estado Democrático de Direito não nos permite agir à moda de Talião: "olho por olho,dente por dente". O devido processo legal deve ser pautado como caminho para o julgamento de qualquer pessoa que cometa crime. Caso contrário, todos terão o direito de fazer justiça com as próprias mãos!! Espero que compreenda.
      No mais, não consegui ir direto para o link que vcs indicaram. Mostrem o caminho exato, por favor!!!

      Excluir

Deixe seu comentário. Sua opinião é importante para nós. Obrigado por acessar nosso blog. Parabéns.