Google+ Followers

LEIA O TEXTO EM OUTRAS LÍNGUAS / READ TEXT IN OTHER LANGUAGES

domingo, 31 de maio de 2015

Helicóptero com cinco ocupantes desaparece próximo a Atalaia do Norte-Amazonas


Resultado de imagem para atalaia do norte

ATALAIA DO NORTE - Na última sexta-feria, 29, por volta das 18h30min (20h30min horário de Brasília) um helicóptero contratado pelo Distrito Sanitário Especial Indígena - DSEI em Atalaia do Norte, desapareceu após fazer retornar da aldeia "Pintiaquinho", no Vale do Javari (rio Itacoaí), e conduzir duas indígenas grávidas que se encontravam em estado de saúde comprometido. Além do piloto, as duas indígenas, estavam também uma acompanhante e uma enfermeira.
O destino era a cidade de Tabatinga-AM, mas nas proximidades de Atalaia do Norte, os últimos registros na Base Aérea de Tabatinga confirma a falta de contato via rádio com a aeronave, o que de imediato foi noticiado às autoridades locais  de Atalaia do Norte e Benjamin Constant (cidades ligadas pela Rodovia BR 307). De pronto, a Defesa Civil e a Polícia Militar das duas cidades deslocaram-se para o ponto mais provável do desaparecimento, na BR-307, que de acordo com a Base Aérea de Tabatinga teria sido próximo do km 12, sentido Atalaia - Benjamin.
Além da escuridão noturna e a enchente dos rios da região, no momento inicial das buscas caía leve chuva, situações que dificultaram muito os trabalhos de entrada na selva. Não demorou para as buscas pararem e ficarem para o dia seguinte. Já pela manha, as equipes de busca em terra reiniciaram os trabalhos e por volta das 10h de sábado, um bimotor iniciou também as buscas. O reforço aéreo chegou depois, quando um cargueiro e dois helicópteros militares passaram a fazer sobrevoos. No final do sábado, a Força Aérea Brasileira - FAB informou que três possíveis sobreviventes teriam sido localizados acerca de 8 km de Atalaia do Norte. Alimentos e medicamentos foram lançados próximo desse ponto para os prováveis sobreviventes. O resgate seria feito logo ao amanhecer de domingo,  uma vez que anoitecia, as condições climáticas desfavoráveis e a densa floresta amazônica não permitiam a continuação das buscas. Todavia, quando a equipe terrestre retornou, veio a confirmação de que não eram os sobreviventes que haviam sido vistos acenando, membros da a equipe de resgata terrestre.
Pela manha deste domingo, 31, a FAB informou que as pessoas localizadas na selva realmente não eram os ocupantes da aeronave, mas sim membros da equipe de resgate terrestre. As buscas continuam mas até o fechamento deste artigo, nenhuma notícia positiva fora repassada pelas autoridades locais.


Elaborado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Sua opinião é importante para nós. Obrigado por acessar nosso blog. Parabéns.