Google+ Followers

LEIA O TEXTO EM OUTRAS LÍNGUAS / READ TEXT IN OTHER LANGUAGES

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

NOVA LEI PROÍBE USO DE CELULAR NAS AGÊNCIAS BANCÁRIAS EM TODO O ESTADO DO AMAZONAS


 Todos os clientes das agências em todas a cidades do interior do Amazonas devem ficar atentos pra não incidirem no crime previsto na nova lei, já que ela é válida para todo o território estadual. Uma simples ligação, poderá levar você a prisão. Evite, pois, constrangimento. Vamos cumprir a lei.


MANAUS - A proibição do uso de aparelhos celulares dentro de agências bancárias, que antes valia só em Manaus, logo valerá para todos os municípios amazonenses.
A medida está em lei aprovada por unanimidade pela Assembleia Legislativa do Estado (ALE/AM), de autoria do deputado Belarmino Lins (PMDB), e visa combater os assaltos dos quais são vítimas a pessoas que saem dos bancos após realizar algum saque.
Segundo Belarmino Lins, é cada vez mais comum criminosos se postarem dentro de agências bancárias para avisar seus comparsas sobre possíveis vítimas. “Infelizmente, a mesma tecnologia de comunicação que serve para encurtar distâncias e agilizar contatos, serve também de ferramenta para facilitar as práticas criminosas”, argumenta o parlamentar.
A lei municipal (362/2009) que proíbe o uso de celulares dentro de agências bancárias é do vereador Leonel Feitoza (PSD) e foi aprovada em 2009. No começo, houve certo desprezo à medida por parte das instituições bancárias.
Somente no ano passado, após a intervenção da Câmara Municipal de Manaus (CMM) para o cumprimento da lei, a fiscalização começou a ficar mais rígida. No caso de Manaus, o monitoramento é feito por câmeras de segurança durante 24 horas e as imagens devem ser salvas de forma segura e preservadas por pelo menos seis meses.
Os bancos ficam, ainda, obrigados a ceder essas imagens ao Poder Público sempre que necessário. A lei obriga, também, a vigilância por imagens das áreas externas de bancos e outras instituições financeiras, com no mínimo três câmeras.
 Entre as penas previstas para o descumprimento da lei municipal estão a advertência, a cassação do alvará de funcionamento e até o fechamento da agência bancária. “Acredito que a proibição do uso de celulares no interior de agências bancárias é de custo quase zero e inibirá assaltos”, disse Belão.


Fonte: www.acritica.com.br
Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Sua opinião é importante para nós. Obrigado por acessar nosso blog. Parabéns.