Google+ Followers

LEIA O TEXTO EM OUTRAS LÍNGUAS / READ TEXT IN OTHER LANGUAGES

domingo, 9 de setembro de 2012

COMO SOBREVIVER NA AMAZÔNIA. APRENDA A LIDAR COM A NATUREZA


Foto: Luiz Braga/ Paratur



MANAUS - Densa, úmida e repleta de animais peçonhentos, a Floresta Amazônica é uma região de difícil acesso. Para preparar seus soldados, o Centro de Instrução de Guerra na Selva-SIGS ensina como sobreviver nesta mata fechada, aproveitando os recursos naturais do lugar.
De acordo com o Capitão Mendes Mello, a sobrevivência na floresta depende, principalmente, do local onde a pessoa se encontra e de que forma chegou lá. "Se alguém se perde sozinho, a primeira reação é de pânico, que se transforma em solidão. Estamos acostumados com o agito da cidade grande e esses sentimentos geram um desespero enorme. Já em grupo, a dica é apontar um líder para não haver desentendimentos, afinal vivemos em uma democracia", explicou.
Acidentes de avião, naufrágios ou desorientação são os principais motivos que levam alguém a essas situações extremas. "Pode parecer bobagem, mas um canivete ou kit de primeiros socorros fazem milagres quando estamos em risco. Então, se você vai acampar ou viajar, lembre-se de levar uma bolsa com esse tipo de material, não é pessimismo é prevenção", recomenda.
Outro ponto chave para a sobrevivência na floresta é a alimentação. De acordo com Mello, não se pode comer qualquer tipo de fruta. "O ideal é prestar atenção e verificar se existem frutas que foram mordiscadas por pássaros ou animais silvestres. Se tiver ração, use com moderação. Afinal, o corpo não pode ficar fraco nestes momentos", frisou.


AULAS DE SOBREVIVÊNCIA

A amazonense Danielle Macedo é formada pelo curso de Comissários pela Escola de Aviação GF, de Brasília. Ela está participando de um estágio realizado pelo CIGS voltado para situações de risco na floresta. "Estou obtendo conhecimentos que abrangem várias áreas da sobrevivência. Todas as aulas nos ensinam o que fazer em determinado momento. É sem dúvida uma oportunidade para colocar as minhas habilidades à prova", informou.
Durante as aulas de sobrevivência na selva, a tenente aderiu à nomenclatura ESAOM (estaacione-se, sente-se, alimente-se, oriente-se e navegue-se). Confira os detalhes da instrução:





ESTACIONE-SE

- Evite deslocamento desnecessário;
- Aproveite os recursos da aeronave ou embarcações;
- Aguarde o resgate próximo ao local;
- Traçar um plano de sobrevivência.

SENTE-SE

- Evite cansaço;
- Cuide de seus ferimentos;
- Cuide dos feridos, pois, podem ser úteis para o grupo;
- Mantenha a calma.

ALIMENTE-SE

- Procure nutrir o organismo;
- Busque alimentos oferecidos pelo local antes de consumir a porção;
- Seja moderado em suas necessidades.

ORIENTE-SE

- Determine o norte e o sul, para definir a direção certa;
- Na dúvida, não prossiga.

NAVEGUE-SE

- Procure documentos ou mapas, para saber os planos de voo e da rota de navegação;
- Utiliza-se dos meios de auxiliar a navegação (bússola, GPS, carta do terreno);
- Siga a direção com exatidão e cuidado.



Fonte: www.acritica.com.br

By Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Sua opinião é importante para nós. Obrigado por acessar nosso blog. Parabéns.