Google+ Followers

LEIA O TEXTO EM OUTRAS LÍNGUAS / READ TEXT IN OTHER LANGUAGES

terça-feira, 25 de setembro de 2012

CANAL AUSTRALIANO É CONDENADO POR PRODUZIR CONTEÚDO RACISTA CONTRA TRIBO INDÍGENA DO AMAZONAS





Material exibido pelo Channel 7 sobre o povo Suruwaha foi considerado pelo órgão regulador da imprensa australiana como racista e impreciso




A exibição de um documentário sobre a tripo Suruwaha, no Amazonas, por uma equipe do canal de televisão Channel 7, da Austrália, resultou na condenação pelo órgão regulador da imprensa australiana, do referido canal, em virtude do material ter violado o código de comunicação daquele país.
Apesar da condenação ter sido divulgada nessa segunda-feira, dia 24, pela Organização Não-Governamental Survival International, a exibição do programa ocorreu no dia 4 de setembro do ano passado, no programa Sunday Night.
No filme, o povo Suruwaha é retratado como sendo um "povo da Idade da Pedra", perdido no tempo, e que pratica o infanticídio, quando uma criança nasce com má formação ou nasce de uma mãe solteira. Conforme o conteúdo do material, as crianças são levadas para serem mortas na selva onde são abandonadas para serem devoradas por animais selvagens ou enterradas vivas.
A época, a ONG classificou o material como um "Show de horrores na TV", e denunciou o caso à autoridade australiana de comunicações e mídia (do inglês Australian Communications and Media Authority - ACMA), uma vez que o Channel 7 recusou-se a publicar uma correção sobre o material.
Em seu julgamento, a ACMA considerou o Channel 7 culpado pela quebra da sua cláusula de racismo - "provocar um intenso desgosto, sério desprezo ou severo ridículo de uma pessoa ou um grupo" - além de declarar o Channel 7 também culpado por emitir material impreciso.
"Essa foi uma das piores matérias sobre povos indígenas contemporâneos que já vimos. Fantasiaram-nos como monstros cruéis e inumanos, no mesmo desprezo colonialista do século XIX que os considerava como "selvagens primitivos", declarou o diretor da Survival International, Stephen Corry, em uma matéria publicada no site da organização sobre a decisão do órgão regulador da imprensa australiana.
Ainda conforme a matéria do site, o Channel 7 entrou com um recurso na Corte Federal da Austrália uma revisão judicial do caso.

Fonte: www.acritica.com.br

* Com informações do site da Survival International

By Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Sua opinião é importante para nós. Obrigado por acessar nosso blog. Parabéns.