Google+ Followers

LEIA O TEXTO EM OUTRAS LÍNGUAS / READ TEXT IN OTHER LANGUAGES

sábado, 14 de julho de 2012

NOVO COMPLEXO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS TERÁ MAIS DE 13 MILHÕES DE METROS QUADRADOS



Maquete da cidade universitária. Foto: Chico Batata/ Agecom



MANAUS - Uma cidade universitária será construída no município de Iranduba, região metropolitana de Manaus. Inicialmente, complexo terá 13 milhões de metros quadrados de infraestrutura, com hotéis, parques temáticos, zoológicos, centros universitários e alojamento para 2 mil alunos. Esta etapa deverá ser concluída no primeiro semestre de 2014.
A maquete do empreendimento do complexo foi apresentado nessa quinta-feira, 12, pelo governador do Amazonas, Omar Aziz. O projeto prevê ainda um Hospital Universitário, Vila Olímpica, Vila Agrícola e um Centro Tecnológico, além de outros espaços destinados à iniciativa privada, definidos através de Plano Diretor para implantação de empreendimentos habitacionais, comerciais e de serviços.
Planejada para ser construída na margem direita do Rio Negro, a cidade universitária funcionará como um Campus da Universidade do Estado do Amazonas.
Segundo projeção do governo, serão investidos R$ 300 milhões para infraestrutura do complexo universitário.
Um Plano Diretor Urbano será desenvolvido para ordenar a ocupação para as diversas atividades. De acordo com o governador do Amazonas, o plano tem como premissa o respeito às condições geográficas, meteorológicas, topográficas, aliadas às questões sociais, econômicas e culturais do lugar. Serão preservados parques florestais, igarapés e margens do rio.

Maquete da cidade universitária. Foto: Chico Batata/ Agecom



Dentre os itens sustentáveis, destacam-se a gestão de resíduos sólidos, a eficiência energética e o reaproveitamento de água. Ao longo do principal igarapé que costa a cidade universitária será implantado um parque linear, de onde os visitante poderão contemplar a flora e a fauna amazônica por meio de passarelas suspensas.

EMPREGO E RENDA

A implantação de empreendimentos habitacionais na região - condomínios horizontal e vertical - comerciais e de serviços, desde o pequeno empreendimento a Shopping Center, Power Center e Business Center deve fomentar a geração de emprego e renda. Os recursos provenientes da venda dos espaços deverão se revestidos para a própria cidade universitária. O complexo também será um atrativo de turismo e lazer do Amazonas e contará com hotéis, zoológico e um parque temático. Na área cultura, serão construídos museus e teatros.

CONSOLIDAÇÃO DA UEA

Com os novos núcleos, a UEA passará a contar com 27 unidades em municípios localizados em pontos estratégicos do Estado, formando uma rede de atendimento com capacidade atingir todo o território amazonense. Desde que foi criada em 2002, mais de 50 mil alunos foram matriculados na universidade estadual, dos quais 26 mil foram graduados e cerca de 22,5 mil estão matriculados no momento. "Com a expansão, teremos maiores condições de ampliar o número de vagas e criar novos cursos para atender as demandas do mercado e principalmente as as necessidades das populações amazonenses", destaca Omar Aziz.


Fonte: www.portalamazonia.com

By Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Sua opinião é importante para nós. Obrigado por acessar nosso blog. Parabéns.