Google+ Followers

LEIA O TEXTO EM OUTRAS LÍNGUAS / READ TEXT IN OTHER LANGUAGES

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

BID EMPRESTA US$ 151 MILHÕES PARA MELHORAR COBERTURA E QUALIDADE DA EDUCAÇÃO NO AMAZONAS


Em 2012, 32 instituições ofereceram 30.264 vagas para cotistas (a partir de programas com critérios próprios), equivalente a 21,6%, percentual superior ao exigido pela lei



MANAUS - O Banco Interamericano de Desenvolvimento - BID investirá US$ 151 milhões para apoiar o Programa de Aceleração do Desenvolvimento da Educação do Amazonas - PADEAM, com o objetivo de melhora a qualidade dos serviços educacionais e expandir o acesso à educação do Ensino Fundamental e Médio.
Esta iniciativa permitirá a inclusão de mais de 30 mil crianças e jovens das áreas ribeirinhas e do interior do Estado, que atualmente encontram-se fora do sistema educacional. A Secretaria de Estado de Educação do Amazonas apresentará contrapartida de cerca de US$ 122 milhões do projeto.
"O principal desafio que temos na América Latina é a qualidade da educação. Este empréstimo é prioritário por ser uma oportunidade de ajudar o Estado do Amazonas a obter sucesso na melhora da efetividade do ensino e da aprendizagem de todas as suas crianças e jovens", explicou Marcelo Pérez Alfaro, chefe de equipe do projeto do BID no Brasil. "O Amazonas, por sua extensão e geografia peculiar, apresenta enormes desafios no acesso ao sistema educacional, uma vez que há muitas áreas ribeirinhas de difícil acesso", acrescentou Pérez.
De acordo com números do Ministério da Educação e do Instituo Nacional de Estudos e Pesquisa Educacionais Anísio Teixeira - INEP, apenas 50% dos jovens de 16 anos concluiu o Ensino Fundamental no Estado do Amazonas, em comparação com a média nacional de 63%. Além disso, na Prova Brasil aplicada em 2009, apenas 20,8% das crianças do quinto ano demonstraram ter adquirido os conhecimentos adequados em Matemática e somente 25,3%, em Português. Esses números são significativamente inferiores às medidas nacionais, de 32,6% e 43,2%, respectivamente.
O PADEAM destinará US$ 102,8 milhões para a construção de 12 centros educacionais e a ampliação e adaptação de outros 20, além de equipar mais de 500 escolas já existentes para acesso a serviços educacionais via satélite em tempo real. Para isso, serão preparados kits tecnológicos, contratados serviços de conectividade por satélite e instaladas antes de comunicação que permitirão que o sistema educacional alcance áreas afastadas. Também será reforçada a assistência técnica para as escolas, oferecendo conteúdos educacionais em formato eletrônico.
Além do investimento em infraestrutura, serão utilizados US$ 15,9 milhões para aumentar os índices de aproveitamento escolar e melhorar a aprendizagem, e US$ 28,5 milhões para expandir a capacidade do Estado do Amazonas em gestão, monitoramento e avaliação da rede escolar. O empréstimo do BID tem prazo de 25 anos, com um período de carência de 5,5 anos e taxa de juros baseada na LIBOR.

* Com informações da assessoria de imprensa do BID

Fonte: www.acritica.com.br

Por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Sua opinião é importante para nós. Obrigado por acessar nosso blog. Parabéns.