Google+ Followers

LEIA O TEXTO EM OUTRAS LÍNGUAS / READ TEXT IN OTHER LANGUAGES

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

NÃO HÁ MAIS ESPAÇO PARA DITADORES NA ATUALIDADE




A democracia foi um regime implantado pelo Governo onde permite que os cidadãos interajam com a política, isto é, através de votos para a eleição de representante, deem opiniões, seja de maneira direta ou indireta. Este regime é encontrado em um sistema parlamentarista (depende do apoio direto ou indireto do parlamento para ser constituído), presidencialista (tem como chefe de governo e estado o Presidente), republicano (uma forma de governo na qual o presidente é escolhido pelo povo para ser o chefe de país) ou monárquico (um indivíduo governa como chefe de Estado, geralmente de maneira vitalícia ou até sua abdicação). De mogo geral, é isto que ocorre em todo o país nos governos federal, estadual e municipal.
A principal característica da democracia é a figura do povo como centro, isto é, os cidadãos têm direitos e deveres dentro da sociedade, sendo que há dois tipos de democracia: a direta e indireta ou democracia pura, em que o povo expressa sua vontade através de voto direto em cada assunto de maneira particular, e democracia representativa, em que expressa sua vontade através da eleição de representantes.
Já a ditadura é completamente o inverso da democracia, foi  um regime político onde o governante não respeitava a lei ou/e não possui legitimidade relacionada a escolha popular. As pessoas não eram vistas como cidadãos, pois não continham nenhum tipo de direito para com nenhuma atividade. A população era obrigada a realizar tudo o que o Governo desejava , sem reclamações e sem opiniões, sem voto.
As manifestações da população do Egito noticiadas no mundo inteiro nos últimos dia  reflete os anseios de uma sociedade cansada de decisões tiranas, que não os beneficiam em nada. Essas manifestações, que estão sendo realizadas por milhares de egípcios carregam o desejo de um povo  pela liberdade, com direitos e deveres, pela predominancia da ordem e da tranquilidade pública, e principalmente pelo equilíbrio, em que cada cidadão será respeitado na sua dignidade humana.
A Associação dos Atalaienses destaca aqui o apoio incondicional ao povo egípicio, torcendo para que no mais curto espaço de tempo aquele belo país volte à normalidade e todos possam usufruir dos benefícios de um país democrático.
Fazemos também um apelo aos que pensam ou agem seguindo a mesma linha dos poucos e insiginificantes déspotas, para que sejam os verdadeiros legítimos do povo e promovam a paz, o respeito à vontade de seus munícipes e às leis. Queremos na verdade alimentar a esperança e fomentar o desenvolvimento e o progresso para que os jovens de Atalaia do Norte possam ter oportunidade, possam realizar, possam ter conquistas, superar os obstáculos e alcançar seus objetivos, seus anseios.
Nâo aos tiranos, não aos déspotas, não aos ditadores. Viva a democracia.


Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Sua opinião é importante para nós. Obrigado por acessar nosso blog. Parabéns.