Google+ Followers

LEIA O TEXTO EM OUTRAS LÍNGUAS / READ TEXT IN OTHER LANGUAGES

domingo, 17 de junho de 2012

AS PROPOSTAS DA AMAZÔNIA PARA A RIO+20



Foto: Agência Brasil



Documentos propõem a criação do Conselho de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia, do PAC Florestal e mais agilidade na política fundiária na região.



MANAUS - A partir de amanhã, segunda-feria, 18, uma extensa programação vai defender a proposta de desenvolvimento sustentável definidas pelas lideranças amazônicas em diversos eventos que antecederam a conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a ... A mobilização envolverá os nove governadores, secretários e representantes da sociedade organizada da região.
De acordo com o governador do Amazonas, Omar Aziz - que estará presente no evento entre os dias 20 e 21 de junho - Amazônia vai assumir seu papel de protagonista e defender que a voz do povo que habita a região seja ouvida. "Todos sabemos da importância da Amazônia nessa questão ambiental. Defendemos a conservação, mas queremos uma política de desenvolvimento sustentável que priorize o homem e a mulher que vive na Amazônia. Ninguém vai derrubar uma árvore se tiver uma alternativa econômica que garanta o sustento da família. São essas alternativas que esperamos pela troca dos serviços ambientais que a Amazônia oferece ao mundo", defendeu.
As propostas dos governadores estão expressas em dois documentos - a Carta da Amazônia, elaborada pelos grupos majoritários representantes da sociedade organizada, e a Carta dos Governadores da Amazônia, ambas aprovadas durante o Encontro de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia, realizado entre 30, 31 de maio e 1o de junho, em Manaus, com a presença das ministras do Meio Ambiente Izabella Teixeira, e das Relações Institucionais, Ideli SAlvatti.
Os documentos, que propõem, entre outras questões, a criação do Conselho de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia, do PAC Florestal e mais agilidade na política fundiária na região, foram entregues para a presidente Dilma Roussef.
Todas as propostas levam em consideração o papel estratégico da Amazônia e seu rico patrimônio cultura, social e de recursos naturais, a redução em 80% do índice de desmatamento nos últimos cinco anos, além do fato de que até hoje os modelos de desenvolvimento direcionados para a Amazônia têm resultado em baixos índices de Desenvolvimento Humano (DH). A região que representa 60% do território brasileiro representa apenas 8% do PIB nacional. O documento também garante apoio dos governantes à política energética do Governo Federal para a região.
Omar Aziz estará presente na Rio+20 a partir do dia 20 de junho em um evento que reunirá chefes de Estados, de Governo, além de representantes de 193 países, no Rio Centro, na Arena da Barra, das 15h às 18h30min. No dia 21, das 13h às 14h30min, o governador participa do evento paralelo oficial da ONU "Construindo juntos o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia", que abordará os conteúdos da "Carta da Amazônia". O evento acontece no espaço Rio Centro, sala T9.
Na ocasião, os governadores e representantes da sociedade civil irão apresentar e debater o processo de construção de conteúdos e os encaminhamentos futuros do pacto para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia. O documento finalizado em 1º de junho durante o Encontro de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia foi construído por representantes de governos e dos grupos majoritários e de todos os Estados que compõem a Amazônia Legal e contém reconhecimentos, metas e compromissos divididos em 21 temas cruciais para o desenvolvimento sustentável da região.
O Amazonas também está sendo representado no evento por vários órgãos e secretarias, dentre os quais a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável-SDS, a Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico-Seplan e Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas-Fapeam.
A Secretária de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Nádia Ferreira, estará na Rio+20 a partir deste domingo, 17. Na segunda-feira, 18, ela participa do Fórum de Secretários da Amazônia Lega, no Pavilhão do Rio de Janeiro, no Parque dos Atletas, das 12h às 14h. Durante o evento será apresentado o processo de elaboração e conteúdo da Carta da Amazônia Brasileira para a Rio+20, da Carta dos Governadores da Amazônia, os desafios encontrados e as experiências positivas para o desenvolvimento sustentável da região.
Ainda no dia 18, das 18h às 20h, Nádia Ferreira participa da Recepção da Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável Rio+20. No dia 20 de junho acontece, no Espaço CNO, Auditório CNO 2, no Parque dos Atletas, de 11h às 13h, a palestra "Pagamento por Serviços Ambientais na Amazônia", em que será discutido a queda nos índices de desmatamento na Amazônia e o comprometimento dos governos e da sociedade com a conservação das florestas e seus serviços ambientais. O evento é coordenado pelos Secretários de Meio Ambiente da Amazônia Legal.
No dia 22, das 11h, às 13h, Nádia Ferreira representará o governador durante o "Fórum dos Governadores da Amazônia", no debate "Diálogos Federativos: por uma agenda nacional de desenvolvimento sustentável pós Rio+20.

ESPAÇO DA AMAZÔNIA

Desde quarta-feria, 13, o Amazonas e mais outo Estados da região têm lugar garantido na área de exposição da Rio+20. Num espaço de 25 m2, a identidade do Estado está caracterizada a partir da exibição de elementos da cadeia produtiva da borracha, do pescado, artesanato indígena, além de imagens da flora e fauna da região.

Fonte: www. portalamazonia.com

By Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Sua opinião é importante para nós. Obrigado por acessar nosso blog. Parabéns.