Google+ Followers

LEIA O TEXTO EM OUTRAS LÍNGUAS / READ TEXT IN OTHER LANGUAGES

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Técnicas e boas argumentações garantem sucesso na redação do vestibular, dizem especialistas


Caros amigos pré-vestibulandos, deixamos aqui mais uma dica para você garantir seu ingresso na universidade pública: prepare-se e aumente suas chances de celar seu passaporte. aproveite as dicas de redação e tenha sucesso na prova do vestibular 2011.


MANAUS – A redação está entre os maiores medos dos vestibulandos do Brasil. Os candidatos passam dias tentando adivinhar os temas que serão propostos pelos concursos, na tentativa de se dar bem nesta etapa decisiva da prova. No entanto, o que determina o sucesso ou fracasso na hora de escrever o texto são as técnicas.
Redações de vestibular exigem objetividade e clareza no conteúdo. O autor deve ser direto e escrever de maneira simples. Não adianta usar palavras complexas para impressionar o avaliador, o candidato deve provar o conhecimento do assunto com boas argumentações.
É comum sentir um “branco” na hora do vestibular. O vilão do estudante nesta hora é o nervosismo. Para combatê-lo, é bom treinar a escrita sobre diversos assuntos e, na hora da prova, respirar fundo e se concentrar. Para ajudar a relaxar, é sempre bom levar uma garrafa com água e uma barrinha de chocolate.
Para a professora de Redação, Raimunda Amazonas, é preciso conhecer bem o assunto para argumentar e defender o tema. A melhor solução para este problema é o hábito da leitura e escrita. No entanto, também é importante conhecer técnicas para escrever com coerência.
Segundo a especialista, a maior falha nos concursos é a falta de conexão entre ideias. “As vezes o candidato começa a falar sobre um tema e dá um salto imenso para outro ponto. É preciso ter muito cuidado com isso. Redação é como um vestido: quando um especialista vê, sabe se é bem costurado ou não, e isto muda tudo”, disse.
Não há nada melhor do que muito treino para conseguir nota máxima na redação de vestibular. Com experiência, o candidato se acostuma a escrever mais rápido, passa a conhecer melhor as técnicas e, com orientação de profissionais corrigindo o texto, descobre os erros mais comuns a tempo de estudar como evitá-los.




Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Sua opinião é importante para nós. Obrigado por acessar nosso blog. Parabéns.