Google+ Followers

LEIA O TEXTO EM OUTRAS LÍNGUAS / READ TEXT IN OTHER LANGUAGES

sexta-feira, 3 de maio de 2013

MANAUS TERÁ ENCHENTE DE GRANDE PROPORÇÃO ESTE ANO, APONTA CPRM



Cheia do Rio Negro no ano passado, em Manaus. Foto: Diego Oliveira/Portal Amazônia


MANAUS - O Serviço Geológico do Brasil-CPRM emitiu, nesta quinta-feria, dia 2, o segundo alerta de cheia do Rio Negro para Manaus. A previsão é que o nível do rio varie entre 28,76 e 29,46 metros, a gente considera a enchente como de grande magnitude", adiantou ao portalamazonia.com o gerente de hidrologia do CPRM, Daniel Oliveira.
A atual cotação do rio é de 27,97 metros, conforme medicação desta quinta-feira realizada no Porto de Manaus. O alerta de cheia do Serviço Geológico do Brasil é para nortear as ações de Defesa Civil do município para minimizar danos em áreas de risco.
O CPRM divulgou que o pico da enchente será em 15 de junho. A estimativa é baseada em medições realizadas diariamente no porto de Manaus, desde 1902. O levantamento aponta 75% de chance do Rio Negro chegar ao nível máximo em junho e 18% de probabilidade disso ocorrer em julho. Para maio, a estatística é de apenas 6%.
A previsão é feita com base no nível do Rio Negro registrados em 31 de março, 30 de abril e 31 de maio, desde 1902, para o primeiro, segundo e terceiro alertas, respectivamente. Feita uma regressão linear com os valores registrados, os técnicos do CPRM definem os níveis divulgados. O terceiro é último alerta sobre a enchente do Rio Negro será divulgado no último dia de maio.

DEFESA CIVIL

Mesmo com a possibilidade de o Rio Negro atingir a cotação de alerta em 2013, a Defesa Civil do município descartou que a enchente atinja casas na capital amazonense. No entanto, o órgão monitora a subida do rio e instala pontes para evitar contato da população com água contaminada que já chega em algumas ruas dos bairros de São Raimundo, Educandos, Glória, Presidente Vargas, São Geraldo e Raiz.
A Defesa Civil deve construir 2,4 mil metros de passarelas. Até hoje, foram entregues cinco pontes no bairro da Glória, zona Oeste da capital, nos becos Vitória, Matadouro, Coronel Salgado, Oswaldo Cruz e Carneiro. No beco Coronel Salgado, a estrutura mede 80 metros. Já no beco Vitória, a ponte de 110 metros atende cerca de 150 famílias que moram em palafitas. Outra ponte está erguida na Rua Oswaldo Cruz, com 140 metros de extensão.

PREVISÃO DE CHUVAS

Para o trimestre abril-maio-junho, o Instituto Nacional de Meteorologia-INMET indica, no Boletim de Prognóstico Climático, 30% de possibilidade de chuvas acima da média. A previsão é para a faixa central da Região Norte, desde o Noroeste do Amazonas até o extremo Norte do Tocantins. Para o extremo norte, que inclui o centro-norte de Roraima a previsão indica 35% de probabilidade de ocorrência de chuvas na categoria acima da normal.
As precipitações acima dos padrões climatológicos também são indicadas pelo Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam). Em seu 101º Boletim Climático da Amazônia, o Sipam aponta chuvas acima da média na bacia do Alto Rio Negro, no Amazonas.
O monitoramento feito pelo CPRM aponta que no período de 24 de abril a 02 de maio, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) – área onde os ventos dos hemisférios norte e sul se encontram- atuará sobre a Amazônia, provocando chuvas intensas no oeste, leste e norte do Amazonas.

Fonte: www.portalamazonia.com

Por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Sua opinião é importante para nós. Obrigado por acessar nosso blog. Parabéns.