Google+ Followers

LEIA O TEXTO EM OUTRAS LÍNGUAS / READ TEXT IN OTHER LANGUAGES

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

SEGURANÇA PÚBLICA NÃO É FORÇA, É ESTRATÉGIA E REQUER GESTORES COMPROMETIDOS E COMPETENTES. ATALAIA DO NORTE ALMEJA SER PARTE DESSE PROCESSO




 

EDITORIAL



MANAUS - A rica história da cidade de Atalia do Norte, município amazonense, que fica a cerca de 1.300 km da capital Manaus, vez ou outra, teve sua imagem maculada por episódios sinistros de violência. Em alguns casos, suicídios inexplicáveis, conflitos entre índios e não-índios, e raramente roubos e furtos de grandes porporções, pequeno reflexo da falta de políticas públicas voltadas para gerar segurança para a população. Porém, a falta dessas políticas públicas para a segurança nos dias atuais tem deixado a pacata cidade de Atalaia do Norte muito assustada, cujo maior receio da população é ter sua residência invadida por infratores e passar por momentos que impliquem em ameaças ou até mesmo morte, haja vista a violência aplicada pelos infratores.
Dois eventos negativos nesta semana causaram pânico em Atalaia do Norte. Graças a reação policial, três infratores foram capturados.
"Insegurança total", afirmou um dos moradores de Atalaia do Norte, que prefere não se identificar. Apesar do aparato policial, a sensação de insegurança só tem aumentado a cada dia. O que se percebe de fato é que faltam ações por parte das autoridades a quem compete agir em prol da população local. Sabemos que não existe segurança absoluta, mas faz mister suprir a necessidade de segurança em Atalaia do Norte, com o fim de formar uma sociedade mais segura.
Para demonstrar a gravidade da situação, a imprensa amazonense veiculou a notícia do roubo à agência dos Correios em Atalaia, fato que não é comum para os padrões de vida daquele povo, que não está acostumado com o cenário ora destacado.
Ressaltamos, pois, que segurança pública é um processo que compartilha uma visão focada em componentes preventivos, repressivos, judiciais, de saúde e sociais. É um processo sistêmico, pela necessidade da integração de um conjunto de conhecimentos e ferramentas públicas que devem interagir a mesma visão, compromissos e objetivos. Deve ser também otimizado, pois dependem de decisões rápidas, medidas saneadoras e resultados imediatos. Segurança Pública não pode ser tratada como medidas vigilante e repressiva, mas como um sistema integrado e otimizado, envolvendo instrumentos de prevenção.
Faz mister o envolvimento de todos os órgãos públicos do Sistema de Segurança Pública nesse processo, particularmente o Estado e o Município, que sentem diretamente os resultados megativos da falta de políticas públicas, sem reafirmar que o maior prejudicado com tudo isso é a sociedade. Sendo a ordem pública um estado de serenidade, apaziguamento e tranquilidade pública, em consonância com as leis, os preceitos e os costumes que regulam a convivência em sociedade, a preservação deste direito do cidadão só será amplo se o conceito de segurança pública for aplicado.


Elaborado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA


2 comentários:

  1. Na verdade moro em atalaia há vinte e um anos era muito dificil se ver em nossa cidade assalto a luz do dia, e logo em seguida assalto na vivo por volta das 3 horas da manha e uma mota biz, ninguem faz, ninguem se move estou com medo ate de trabalhar, só em pensar chegar alguem e me assaltar, atalaia esta precisando de alguem que tome uma iniciativa para pedir mais policiamento em nossa cidade, dois policial de plantão por dia, estou muito triste, a situação em atalaia não está fácil!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Rubem Tadeu - Autor do blog da AFAMA28 de setembro de 2011 23:24

    Nobre Anônimo, já postei um artigo sobre a falta de identificação das ações de liberdade de imprensa. Autorizei a publicação de seu comentário, porque não é ofensivo. Mas gostaria de que você se manifestasse assinando em baixo, declarando sua autoria. Continue lendo acompanhando o blog da AFAMA.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário. Sua opinião é importante para nós. Obrigado por acessar nosso blog. Parabéns.