Google+ Followers

LEIA O TEXTO EM OUTRAS LÍNGUAS / READ TEXT IN OTHER LANGUAGES

sábado, 19 de março de 2011

SINISTROS ABALAM O MUNDO




Não bastassem as catástrofes naturais que abalam o Japão e que até então causaram milhares de mortes, estamos na iminência de presenciar o início de mais uma grande guerra, envolvendo países da OTAN e a Líbia, país comandado por um ditador há mais 40 anos ininterruptamente. São dois eventos que, independente da repercussão que a mídia dar, por si são repugnantes.
Dentre as maiores catástrofes já registradas, o terremoto no pacífico norte dia 10 de março, em águas japonesas, gerou um abalo sísmico de proporção 8,9º de magnitude, causando um tisuname e, por conseguinte, destruição de algumas cidades do Japão, cujos resultados registram mais de 7 mil mortes e mais de 11 mil desaparecidos. Um sinistro apenas superado pelas extraordinárias virtudes próprias daquele povo tão especial: paciência, serenidade, tranquilidade, equilíbrio, etc., mesmo diante de tamanha hecatombe, uma lição para o mundo.


Mas, o pior parece não ter fim, pois não bastassem os desastres naturais, o homem promove outro sinistro, em meio a interesses da população Líbia, cansada do seu Presidente-Ditador Muammar Kadaf, há 42 anos dizendo e desdizendo, sem que o seu povo, maior patrimônio, tenha perspecitivas de qualidade de vida, apesar dos petrodólares, e o interesse comercial dos países da Organização do Tratado do Atlântico Norte - OTAN, com seu poderio bélico insuperável. Estamos perto de presenciar mais um desastre, já que os países da OTAN, autorizados pela ONU começaram a bombardear a Líbia, a fim de proteger a população local, que está sendo massacrada pelo ditador.
Duas situações, dois momentos, uma única vítima: a humanidade. Lamentamos que a terra, própria de sua natureza, promova sinistros que destroem, desassolan e matam humanos. Lamentamos que ainda existam homem, representantes do povo, que matam por interesses pessoais ou por motivos torpes, apesar de o interesse maior ser da vida, do homem, da população.
A AFAMA deseja que ambos os eventos tenham imediatamente fim. Cessem por um interesse maior, cessem pela vida, pelo homem, por Deus.



Elaborado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Sua opinião é importante para nós. Obrigado por acessar nosso blog. Parabéns.