Google+ Followers

LEIA O TEXTO EM OUTRAS LÍNGUAS / READ TEXT IN OTHER LANGUAGES

sábado, 28 de novembro de 2015

Falta só um dia e mais de 25 mil candidatos já se inscreveram no Bolsa Universidade




MANAUS - Dados da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional - Espi apontam que mais de 25 mil pessoas se inscreveram para concorrer a uma das vagas do programa Bolsa Universidade. As inscrições estão previstas para terminar neste domingo, 29, às 23h59.
Segundo a Espi, para 2016 o programa conta com 8.899 vagas em 11 instituições de Ensino Superior privadas que aderiram ao programa. São oferecidas bolsas integrais, de 100%, e parciais - 75% e 50% - para os estudantes que atenderem aos requisitos previstos em edital - entre eles, o da renda familiar média não ultrapassam R$ 1.182, o equivalente a um salário mínimo e meio. Para o cálculo da renda média, segundo a Prefeitura de Manaus, o candidato deve somar os rendimentos de todas as pessoas que moram na mesma residência e dividir pela quantidade de pessoas.
O resultado da primeira chamada do programa está previsto para o dia 2 de dezembro. A fase de recursos - em que candidatos eventualmente desclassificados podem recorrer - começa no dia 3, encerrando-se em 4 de dezembro. Já a entrega dos documentos dos estudantes selecionados na primeira chamada acontece na sede da Espi, de 9 a 11 de dezembro, totalizando três dias de processo.
Participam do PBU 2016 o UNINORTE, NILTON LINS, ESBAM, FUCAPI, FAMETRO, FACULDADE BOAS NOVAS, FACULDADE LA SALLE, FACULDADE DO AMAZONAS, MATERDEI, MARTHA FALCÃO, DEVRY e DOM BOSCO.

Fonte: www.diariodoamazonas.com.br

Por Major Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Manaus será sede da 8ª Edição da Olimpíada Iberoamericana de Matemática em 2016



MANAUS - A capital do Amazonas foi escolhida como sede da 8a Edição da Olimpíada Iberoamericana de Matemática. A decisão foi feita nesta segunda-feira, 9, em que o coordenador do evento, Professor Nelson Borges, esteve reunido com o Prefeito de Manaus e com a Secretária Municipal da Mulher, Assistente Social e Direitos Humanos da Prefeitura de Manaus.
Junto ao professor Borges, o prefeito destacou que a ideia é trabalhar para que a Olimpíada possa reunir número significativo de participantes. Ainda de acordo com ele, a iniciativa, que é realizada pela segunda vez no Brasil, vai trazer desta vez para Manaus os maiores nomes da matemática Iberoamericana.
"Os alunos do interior do nosso Estado e da nossa cidade só tem a ganhar com esse intercâmbio porque para cá virão representantes de todos os países Iberoamericanos. Vai ser um momento muito bonito para Manaus. Aqui teremos um evento de turismo cultural e intelectual", afirmou o prefeito.
Segundo o professor Borges, o evento terá a parceria da Universidade do Estado do Amazonas - UEA e está marcado para o segundo semestre de 2016. Acadêmicos dos cursos de Matemática de países como Colômbia, Equador, Peru, Costa Rica, México e Guatemala são esperados na competição.
O professor Borges disse ainda que o Brasil tem um retrospecto positivo na participação na Olimpíada e que um dos principais objetivos do evento, além do desenvolvimento na área tecnológica, é descobrir novos grandes matemáticos. Os melhores alunos ganham como prêmio bolsas para o Instituto de Matemática Pura e Aplicada, que é referência no estudo da Matemática no Brasil.
"Como essa Olimpíada nós queremos desenvolver o interesse para o estudo da Matemática. E agora queremos descobrir novos talentos aqui dentro do Amazonas", disse o professor.

Fonte: www.bol.com.br

Por Major PM Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Todos os municípios do Amazonas participarão do Processo Seletivo Contínuo-PSC da Ufam com 2,7 mil vagas na 3ª etapa



MANAUS - Mais de 14 mil estudantes finalistas do Ensino Médio disputam uma das 2.735 vagas ofertadas pela Universidade Federal do Amazonas - Ufam, na terceira etapa do Processo Seletivo Contínuo - PSC. Provas acontecem no próximo dia 29 de novembro.
No total, 66.896 estudantes participarão de uma das etapas do exame. Em Manaus, 38.894 candidatos farão a prova. Outros 28.002 inscritos são do interior do Amazonas.
A aplicação das provas ocorrerá em todos os 62 municípios do Estado, com início às 8h. Para os candidatos das 1a e 2a etapas, a prova encerrará às 12h. Já para os finalistas do Ensino Médio, o término será às 13h. Os candidatos dos 1o e 2o anos do Ensino Médio responderão a 54 questões da prova objetiva, sendo dez de Língua Portuguesa, oito de Matemática e seis de Física, Química, Biologia, História, Geografia e Literatura.
Além das seis questões das disciplinas avaliadas nas etapas anteriores, os alunos do 3o ano responderão a perguntas sobre Língua Estrangeira e comporão a redação. Recomenda-se aos candidatos que cheguem ao local de provas com uma hora de antecedência do início previsto, portanto caneta esferográfica preta ou azul, fabricada em material transparente e o documento de identificação original.
De acordo com a Presidente da Comissão Permanente de Concurso - Compec da Ufam, professora Ana Galotta, em 2015, foram investidos cerca de R$ 2,5 milhões na execução do PSC. Em torno de R$ 1,5 milhão foi arrecadado com o pagamento da taxa de inscrição dos 38.894 candidatos da capital. O restante do valor é financiado pela Ufam. Para os estudantes dos demais municípios oriundos de escolas públicas, a inscrição foi gratuita.
O gabarito preliminar das provas será divulgado no dia 29 de novembro, na página da Compec. A divulgação do gabarito definitivo será realizada no dia 9 de dezembro de 2015 e o resultado final da 3a Etapa será publicado a partir do dia 3 de janeiro de 2016.

Fonte: www.diariodoamazonas.com.br

Por Major Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Programa Bolsa Universidade abre inscrições nesta quarta-feira para 8,8 mil vagas




MANAUS - Com 8,8 mil vagas disponibilizadas para 2016, o novo edital do Bolsa Universidade foi publicado na edição desta terça-feira, 17, no Diário Oficial do Município - DOM de Manaus. As inscrições começam já nesta quarta, 18, a partir das 15h e seguem até o dia 29, exclusivamente pelo Portal do Candidato. As informações são da própria Prefeitura de Manaus.
Voltando para estudantes de baixa renda em cursos de graduação em Instituições de Ensino Superior - IES privadas, o programa terá o resultado da primeira chama previsto para ser divulgado no dia 2 de dezembro. A fase de recursos inicia no dia seguinte ao resultado da primeira chamada, encerrando-se dia 4 de dezembro. Já a entrega dos documentos dos estudantes selecionados acontece na sede da Espi, entre os dias 9 e 11 de dezembro, totalizando três dias de processo.
Participam do PBU 2016, o Centro Universitário do Norte - UniNorte, Universidade Nilton Lins - UniNiltonLins, Escola Superior Batista do Amazonas - Esbam, Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica - Fucapi, Faculdade Metropolitana de Manaus - Fametro, Faculdade Boas Novas - FBN, Faculdade La Salle - UniLaSalle, Faculdade do Amazonas - IAES, Ies Materdei, Faculdade Martha Falcão DeVry e a Faculdade Salesiana Dom Bosco - FSDB (unidades centro e leste).

REQUISITOS

Entre os requisitos obrigatórios, segundo o edital, para que o candidato possa participar do certame estão o de ser brasileiro nato ou naturalizado, ser residente em Manaus, não possuir diploma de curso superior e não estar matriculado em universidades públicas. Por outro lado, o candidato já precisa estar regularmente matriculado ou, ao menos, estar apto a se matricular em uma das sete instituições participantes do programa.
Os interessados também podem possuir renda familiar per capita superior a R$ 1.182 - o equivalente a um e meio salário mínimo. A renda familiar mensal deve ser calculada levando em conta todo o conjunto de moradores que habitam em um mesmo domicílio, possuindo ou não grau de parentesco entre si. "Eles devem ser incluídos no cálculo da renda desde que contribuam para o rendimento ou tenham suas despesas atendidas por aquele grupo", explica a coordenadora do PBU, Andreia Brasil.
Segundo a Prefeitura, outro requisito em edital e item inerente à legislação do programa é o fato de que os candidatos às bolsas municipais não podem ser beneficiários de outros programas de graduação mantidos pelo Poder Público ou pela iniciativa privada.


Fonte: www.diariodoamazonas.com.br

Por Major PM Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Brasil ainda possui mais de 13 milhões de pessoas que não sabem ler


Resultado de imagem para evolução da educação

MANAUS - A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - Pnad realizada em 2014 e divulgada nesta sexta-feira, 13, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE mostra uma lenta evolução dos indicadores de educação. Há uma leve queda na taxa de analfabetismo, no número de analfabetos funcionais e uma melhora, nas pontas, no nível de instrução.
De acordo com o Pnad, que reúne os principais indicadores socioeconômicos do país, o Brasil tinha no momento da pesquisa 13,2 milhões de analfabetos (8,3%) acima dos 15 anos, frente aos 13,3 milhões (8,5%) estimados em 2013. O IBGE considera como alfabetizada a pessoa capaz de ler e escrever pelo menos um bilhete simples.
O Nordeste se destaca por apresentar uma taxa (16,6%) mais de três vezes maior que as das regiões Sul (4,4%) e Sudeste (4,6%), cerca de duas vezes e meia a do Centro-Oeste (6,5%), e um pouco menos do dobro da registrada no Norte (9%). O Nordeste concentra 54% dos analfabetos do país - o dobro do peso populacional da região, 27%, em relação ao Brasil, que totalizava 203,2 milhões de habitantes, segundo a Pnad.
A meta do Plano Nacional de Educação é o de erradicar o analfabetismo até 2020, mas nos últimos dez anos a redução da taxa foi de apenas 2,8 pontos percentuais - um terço do que ainda falta para zerar o índice.
No mesmo ritmo, lento e gradual, cai a taxa de analfabetismo funcional das pessoas com mais de 15 anos, que era de 18,1%, em 2013, e passou para 17,6% em 2014. Pelo IBGE, analfabeto funcional é quem tem menos de quatro anos de escolaridade.
No nível de instrução, a Pnad verificou que não houve mudança significativa, já que mais da metade da população de 25 anos de idade ou mais de idade ainda era formada por quem tinha Ensino Fundamental incompleto (32%) e Médio Completo (25,5%). Mas houve uma queda de pessoas sem instrução ou com menos de um ano de estudo, de 12,3% para 11,7%, e uma alta de pessoas com curso superior completo, de 12,6% para 13,1% - o que inclui Mestrado e Doutorado).
O número médio de anos de estudo também teve uma ligeira subida, de 7,6 para 7,7 - o que mostra que o brasileiro médio não completou o ciclo do Ensino Fundamental, que tem um total de nove anos.
O maior aumento na taxa de escolarização - que é a proporção de estudantes de um grupo etário em relação ao total de pessoas da mesma faixa de idade - deu-se no grupo de crianças de 4 a 5 anos. Era de 81,4% em 2013 e passou a 82,7%. A maior taxa de escolarização está na faixa de 6 a 14 anos, com 98,5%.
A pesquisa indica que a proporção do número de estudantes em escolas públicas caiu, enquanto a dos alunos em escolas privadas cresceu - o que mantém a tendência dos anos anteriores. O aumento de matrículas na rede pública por causa da crise econômica - que vem sendo relatado por governos estaduais e municipais - ainda não aparece no levantamento, cujo mês de referência é setembro do ano passado, quando o enfraquecimento da economia dava seus primeiros sinais.
Em 2014, 75,7% dos estudantes no país estavam matriculados na rede pública de ensino, um declínio em relação aos 76,9% do ano anterior. É uma tendencia que mostra o avanço da participação da rede privada, que cresceu de 20,7% em 2007 para os 24,3% do ano passado. A recessão econômica, porém, poderá representar um freio no ritmo de expansão, como ocorreu entre 2009 e 2011, depois da crise financeira mundial.

Fonte: www.bol.com.br

Por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Universidade do Estado do Amazonas promove o 5º Congresso de Odontologia nesse início de novembro


Resultado de imagem para congresso de odontologia 2015 manaus

MANAUS - No período de 5 a 7 de novembro de 2015, a Universidade do Estado do Amazonas - UEA realizará seu quinto Congresso de Odontologia e 14a Semana de Odontologia. Na edição deste ano, o tema é "A arte e ciência por trás do sorriso", uma clara referência à necessidade da constante atualização e compartilhamento de conhecimento entre os profissionais da área da saúde.
A abertura solene do congresso ocorrerá às 19 horas do dia 4 de novembro, no auditório da Escola Superior de Ciências da Saúde - ESA da UEA, com a presença do Magnífico Reitor da UEA, Prof. Dr. Cleinaldo Costa. Durante os três dias seguintes, as atividades do congresso ocorrerão no Hotel Intercity Premium Manaus, localizado na Avenida Professor Marciano Armond.
"Serão mais de 25 professores-palestrantes, apresentando temas de grande relevância para a comunidade acadêmica e cirurgiões-dentistas clínicos e especialistas, envolvendo assuntos de todas as especialidades odontológicas, contribuindo para o aprimoramento da odontologia praticada no Amazonas, a qual já pode ser considerada, hoje, de alto nível" - explica a Presidente do Congresso, Professora Mestra Carolina Rocha Augusto; "o nosso V Congresso é resultado de um grande esforço e trabalho em equipe, o qual demandou uma grande dedicação dos acadêmicos e professores do Curso de Odontologia da UEA, pensando e decidindo sobre as questões mais relevantes que seriam abordados no evento" - acrescenta.
Com a presença confirmada de palestrantes renomados internacionalmente, o Congresso contará com professores vindos dos Estados do Rio Grande do Norte, São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Cataria e Rio de Janeiro.
A exemplo do ocorrido no evento do ano passado, aguarda-se a participação de cerca de 700 congressistas, dentre acadêmicos e cirurgiões-dentistas do Amazonas e demais estados da região.
Além dos diversos cursos e palestras, também haverá apresentação de trabalhos científicos, com premiações nas categorias Acadêmico e Profissional, além da participação dos alunos do Projeto UEA Cidadã, os quais realizarão atividades preventivas durante os intervalos da programação científica. Mais informações sobre o Congresso poderão ser obtidas pelo site www.semanaodontouea.com.br

Fonte: www.acritica.com.br

Por Major Castro Alves - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br