Google+ Followers

LEIA O TEXTO EM OUTRAS LÍNGUAS / READ TEXT IN OTHER LANGUAGES

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Concurso da Polícia Federal é retomado com 600 vagas de Agente




BRASÍLIA - O concurso da Polícia Federal com abertura de 600 vagas para o cargo de agente foi retomado na última sexta-feira, 21, a partir de edital lançado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos - Cespe, banca organizadora da concorrência.
A reabertura ocorreu após a readequação das etapas referentes à avaliação dos candidatos com deficiência, a pedido do Ministério Público Federal-MPF. A suspensão havia se dado para a aplicação de medidas como a adaptação do exame de aptidão física e do curso de formação profissional às necessidades do candidato com deficiência, entre outras.

DESTAQUE: PROVA ANTERIOR DA POLÍCIA FEDERAL

"Apesar de o edital reservar vagas para pessoas com deficiência física, na prática, frustra a concretização desse direito, uma vez que está explicito nas disposições que não haverá adaptação do exame de aptidão física, do exame médico, da avaliação psicológica ou do Curso de Formação Profissional às condições do candidato com deficiência ou não", apontou o MPF em comunicado no final de outubro, época da suspensão do concurso.

DETALHES DO CONCURSO

Das 600 vagas disponíveis no posto de agente da PF, 30 são exclusivas a pessoas com deficiência e outras 120 a candidatos negros. A remuneração inicial oferecida é de R$ 7.514,33. De qualquer forma, já com reajuste aprovado, os salários passarão a R$ 9.075,20, provavelmente a partir de janeiro de 2015. Os contratados trabalharão por 40 horas semanais e receberão auxílio-alimentação de R$ 373,00.
Para concorrer, os candidatos necessitam de formação superior completa em qualquer área - registrada pelo Ministério da Educação -, carteira nacional de habilitação - CNH na categoria "B" e cumprimento das obrigações eleitorais e militares - a apresentação de reservista é exclusiva aos homens.
Os concorrentes passarão por provas objetivas e discursivas, com duração máxima de cinco horas. Elas estão previstas para o dia 21 de dezembro, no Distrito Federal e em todas as capitais brasileiras.
As vagas serão oferecidas, preferencialmente, em unidades de fronteira do país e nos Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima.

ATRIBUIÇÕES DO CARGO

Os novos agentes da PF serão responsáveis por executar investigações e operações policiais na prevenção e na repressão a ilícitos penais, cumprir medidas de segurança orgânica, dirigir veículos policiais e desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, entre outras tarefas.

Fonte: www.bol.com.br

Por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroaves@bol.com.br

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Itamaraty prevê vagas para Diplomatas e Cespe/UnB organizará concurso público em 2015


Ministério das Relações Exteriores


BRASÍLIA - Saiu no Diário Oficial da União - DOU, de 18 de novembro deste ano, que o Instituto Rio Branco, por meio do Ministério das Relações Exteriores, escolheu o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos - Cebrespe, mais conhecido como Cespe/UnB, para organizar seu próximo concurso público para a carreira de diplomata.
De acordo com informações obtidas junto à assessoria da diretoria do Instituto Rio Branco, até o momento não foi definido o número de vagas que serão contemplados, porém, o edital já está programado para o início de 2015.
A função de Diplomata requer certificado de formação superior - em qualquer área de atuação -, desde que emitido por instituição de ensino credenciada pelo Ministério da Educação - MEC.
Consta na vigente tabela de remuneração dos servidores públicos federais que o vencimento inicial para o cargo é de R$ 14.290,72. Esse valor deve aumentar no começo do próximo ano.
Assim como nos concursos anteriores, as vagas serão lotadas em Brasília-DF, mas as provas devem ser aplicadas em todas as capitais brasileiras: Aracaju-SE; Belém-PA; Belo Horizonte-MG; Boa Vista-RR; Campo Grande-MS; Cuiabá-MT; Curitiba-PR; Florianópolis-SC; Fortaleza-CE; Goiânia-GO; João Pessoa-PB; Macapá-AP; Maceió-AL; Manaus-AM; Natal-RN; Palmas-TO; Porto Alegre-RS; Porto Velho-RO; Recife-PB; Rio Branco-AC; Rio de Janeiro-RJ; Salvador-BA; São Luis-MA; São Paulo-SP; Teresina-PI e Vitória-ES.

ÚLTIMA SELEÇÃO

O instituto promoveu em fevereiro deste ano um processo seletivo com 18 postos para a colocação de diplomata. A seleção também foi organizada pelo Cespe/UnB e os salários apresentados são os que ainda estão vigentes - de R$ 14.290,72.
Todos os candidatos passaram por três fases compostas de avaliações objetivas e escritas. A primeira etapa foi constituída de um teste objetivo com questões sobre Língua Portuguesa, História do Brasil, história mundial, Geografia, Política Internacional, Língua Inglesa, noções de economia, noções de Direito e Direito Internacional Público. A segunda fase consistiu na aplicação de um exame escrito de Língua Portuguesa.
Por fim, na última fase foi aplicado um teste escrito - com perguntas sobre História do Brasil, Geografia e Política Internacional, Língua Inglesa, Noções de Economia, Noções de Direito e Direito Internacional Público) e uma prova objetiva de idiomas - Língua Espanhola e Francesa -.

Fonte: www.www.jcconcursos.com.br

Por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Programa Educações oferece 1.000 bolsas para curso pré-vestibular em Manaus para baixa renda

As inscrições vão até o dia 26 de novembro



MANAUS - O programa "Educações" abre inscrições para 1.000 bolsas de curso pré-vestibular em Manaus desde a última terça-feira, 18. As bolsas são parciais de 50% e os interessados devem acessar o site do programa www.educacoes.com.br para participar do processo seletivo até o dia 26 de novembro.
As vagas serão oferecidas no Preparatório Marechal Rondon, no centro de Manaus, instituição de referência na capital amazonense. De acordo com o Presidente do Educações, Rony Siqueira, os candidatos que realizarem a inscrição nessa modalidade, já estarão concorrendo às bolsas de graduação e Ensino Profissional, dependendo de sua aprovação no sistema de seleção da faculdade parceira vinculada ao Educações.
Iniciado em 2003, o Educações já concedeu mais de 12 mil benefícios, através da parceria com 16 instituições de ensino privado, com o apoio da Federação Nacional das Escolas Particulares - FENEP e do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Privado do Amazonas - Sinepe-AM.
Além da concessão de bolsas, é realizado o acompanhamento dos beneficiários, oportunizando vagas desde o maternal até a pós-graduação, para que toda a família seja atendida. Nessa nova modalidade de bolsa, Rony Siqueira destaca que o objetivo do programa é tornar o candidato mais preparado para ingressar em curso de nível superior. "Temos identificado a grande dificuldade de estudantes que acabam desistindo antes de concluir o primeiro período, por deficiência na sua formação de base", disse.
Segundo Rony, o curso pré-vestibular irá contribuir na formação de muitos candidatos, especialmente os que estão afastados das salas de aula há muitos anos. "Esta modalidade também ajudará universitários que estão concluindo o primeiro período e ainda necessitam rever alguns conteúdos básicos. As aulas serão concentradas em Língua Portuguesa, Redação, Matemática, Lógica e Atualidades", enfatizou.

CRITÉRIOS PARA SELEÇÃO

Poderão participar da seleção estudantes cuja renda familiar per capita (soma de todos os ganhos dividida pelo número de membros da família) não ultrapasse três salários mínimos. Depois de realizar sua inscrição no site, o candidato deverá levar documentos que comprovem a renda familiar declarada e o certificado de conclusão do Ensino Médio junto à sede do Educações. Candidatos com deficiência terão prioridade na seleção.

INÍCIO DAS AULAS

O início das aulas para a primeira turma está previsto para o dia 27 de novembro. Os candidatos que necessitarem de apoio para realizar a inscrição podem procurar a sede do programa, na Rua Ramos Ferreira, n. 664 A - Centro - ao lado da Praça da Saudade -, com atendimento de segunda à sexta, de 8h às 18h e aos sábados, de 8 às 12h.
Mais informações podem ser obtidas pelos telefones: 92 3347-1865 / 92 98153-5904 / 99310-7959 / 994099292.

Fonte: www.acritica.com.br

Por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Universidade do Estado do Amazonas abre inscrições para Especialização em Enfermagem





MANAUS - A Universidade do Estado do Amazonas - UEA divulga edital de seleção para o Curso de Especialização em Enfermagem em Centro Cirúrgico e Centro de Materrial Esterilizado. O curso é voltado para enfermeiros com inscrição no Conselho Regional de Enfermagem e o edital oferece um total de 45 vagas.
As inscrições devem ser realizadas até o dia 27 de novembro, das 8h às 12h e das 14h às 18h, na coordenação de Pós-Graduação da Escola Superior de Ciências da Saúde - ESA, lozalizada na Avenida Carvalho Leal, 177, bairro Cachoeirinha.
O curso tem o objetivo de capacitar profissionais da área de saúde para o desenvolvimento da assistência de enfermagem perioperatória, aptos a atuar na coordenação, gerenciamento e assistência do Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica - RPA e Centro de Material Esterilizado - CME.
A seleção será realizada em duas etapas: entrevista e análise do currículo profissional. O resultado final do processo seletivo será divulgado no dia 10 de dezembro e aas aulas terão início no dia 8 de janeiro de 2015.
Terá duração de 17 meses e carga horária d e420 horas. As aulas serão realizadas na ESA e a especialização tem um investimento mensal de R$ 400,00.
Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: 92 3878-4364.

Fonte: www.diariodoamazonas.com.br

Por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Provas do SIS e Vestibular da UEA acontecem nesta sexta-feira, sábado e domingo


Candidatos ao SIS fazem a prova, que neste ano acontece em 14 de novembro


MANAUS - A UEA realiza nessa sexta-feria, 14, a aplicação das provas do SIS. No sábado e domingo, será a vez do Vestibular, certame realizado anualmente para quem deseja ingressar na universidade e já concluiu o Ensino Médio. Este ano, aproximadamente, 84 mil candidatos concorrem a 6.650 vagas.
Nos dois exames, as provas terão início às 13h - horário de Manaus -, mas a Comissão de Ingresso do Vestibular alerta para o fechamento dos portões de acesso aos locais da prova, impreterivelmente, às 12h50min, Manaus.
Ao todo, os editais do SIS e Vestibular oferecem 6.650 vagas, incluindo as vagas destinadas aos indígenas. O edital do SIS dispõe de 2.686 vagas, sendo 816 para capital e 1.712 para o interior do Estado, além de 158 vagas destinadas aos indígenas. Para o Vestibular, são oferecidas 3.964 vagas, sendo 1.224 para a capital, 2.568 para o interior e 172 vagas destinadas aos indígenas.

NOVOS CURSOS

Este ano, serão oferecidos seis novos cursos: Farmácia, Engenharia de Materiais, Engenharia Eletrônica, Tecnologia em Jogos Digitais, Bacharelado em Química e Sistemas de Informações. Além disso, serão oferecidos 17 cursos com 78 turmas em 42 municípios no interior do Estado.
Os cursos com maior concorrência no Vestibular 2014 acesso 2015, em todo o Estado, são Medicina, Direito e Administração. Para os cursos ofertados no interior, o curso de Direito em Tabatinga registrou a maior concorrência.

SABATISTAS

Os candidatos que, conforme o edital, declaram-se sabatistas e realizaram os procedimentos comprobatórios, farão as provas após o pôr-do-sol do sábado, 15.
No entanto, deverão ingressar às salas de prova também no mesmo horário que os outros candidatos, até às 12h50min - horário Manaus -, devendo permanecer no local de prova até o início da mesma isolados e incomunicáveis, em local apropriado.
Em Manaus, as provas para os sabatistas acontecem no Instituto de Educação do Amazonas - IEA, localizado na rua Ramos Ferreira, 875, bairro Centro, Manaus.

RESULTADO

A classificação final dos candidatos será divulgada a partir do dia 7 de janeiro no portal da UEA. A convocação para a matrícula dos candidatos classificados será feita pela Universidade respeitadas as normas a serem fixadas a partir de 7 de janeiro para os cursos com início no primeiro semestre de 2015, e, 27 de maio para os cursos com início no segundo semestre de 2015.

Fonte: www.bol.com.br

Por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Saiu o Gabarito Oficial do Enem 2014


Provas amarela e azul que foram aplicadas no Enem 2014 (Foto: G1)


BRASÍLIA - O Enem foi realizado no sábado, 8, e no domingo, 9, e bateu recorde ese ano com a participação de mais de 6,2 milhões de candidatos, segundo dados divulgados pelo próprio MEC na noite deste domingo, 9. No total, 8,7 milhões de estudantes se inscreveram para a prova, mas o índice de abstenção foi de 28,6%, abaixo da taxa de 29% registrada na edição anterior. O número de pessoas que fizeram as provas foi cerca de 24% mais alto que em 2013, quando 5 milhões de candidatos compareceram ao exame.
Em 2014, pelo menos 1.519 pessoas foram eliminadas durante a aplicação das provas. Desses, 236 foram eliminados por uso do celular, disse o Ministro Henrique Paim. As provas foram aplicadas em 1.752 municípios.

PROFESSORES ELOGIARAM ENEM
As provas do Enem 2014 foram elogiadas por professores de cursos pré-vestibulares ouvidos pelo G1. Em Ciências Humanas, aplicada no sábado, 8, os docentes consideraram a prova bem contextualizada e com textos mais curtos e diretos. A prova de Ciências da Natureza, principalmente nas questões de Química, privilegiou os candidatos que se prepararam para o exame, segundo eles. Alguns temas da cultura "pop" que foram citados nas questões foram o personagem Cebolinha, da Turma da Mônica, criada pelo cartunista Maurício de Souza, e o Pequeno Prínicpe.
No domingo, 9, a prova de matemática teve menos cobrança de conteúdo e exigiu mais interpretação dos candidatos. As questões de linguagens mantiveram o "estilo Enem", explicaram os professores: enunciados com textos longos e interdisciplinaridade. Neste ano, muitos autores consagrados da literatura brasileira apareceram nas questões, como Gregório de Matos, Augusto dos Anjos, Machado de Assis, Guimarães Rosa e Manuel Bandeira. Além disso, vários cartunistas tiveram charges inspiradoras de questõres, como Vill Leite, do Paraná. A prova de redação teve como tema a "Publicidade infantil em questão no Brasil".Para os professores, o tema refletiu a tendência do Enem de fugir das efeméridas e temas com grande repercussão midiática recente. Também no segundo dia isso aconteceu.
Nos dois dias do exame, os candidatos usaram as redes sociais para comentar as provas e bolaram memes e piadas que estiveram entre os assuntos mais comentados.

VEJA COMO USAR SEU ENEM
O exame, maior do tipo no país e um dos maiores do mundo, pode ser usado de diversas formas:

1. Seleção para universidades
As notas do Enem são usadas para selecionar os candidatos para as vagas em universidades federais e outras instituições de ensino. As universidades podem usar o Enem como único método de seleção, pelo Sistema de Seleção Unificada - Sisu, que terá a primeira edição de 2015 em janeiro, ou fazer uma combinação entre as notas do Enem e seu vestibular próprio. O próprio Sisu já recebeu a adesão da maioria das universidades e institutos federais e, na última edição, ofereceu mais de 170 mil vagas.

2. Programa Universidade para Todos - ProUni
Para disputar uma bolsa de estudos do ProUni, que varia de 50% a 100% do curso de uma instituição de Ensino Superior privada, o candidato precisa ter obtido nota mínima de 400 pontos do Enem, entre outros requisitos. Desde 2004, quando foi criado, o ProUni já ofereceu mais de 1,2 milhão de bolsas de estudo em cursos de graduação e sequenciais de formação específica.

3. Financiamento Estudantil - Fies
Estudantes que concluíram o Ensino Médio a partir de 2010 e queriam solicitar o Fies devem ter feito Enem, caso contrário, não poderão solicitar o benefício. Não há nota mínima obrigatória. Estão isentos desta exigência os professores da rede pública de ensino. Pelo Fies é possível financiar os cursos de graduação bem avaliados junto ao MEC. A taxa de juros é de 3,4% ao ano para todos os cursos. Ele pode ser solicitado pelo estudante em qualquer etapa do curso e em qualquer mês. Em agosto deste ano, o governo afirmou haver assinado o miionésimo contrato do Fies.

4. Ciências sem Fronteiras
O Programa de Intercâmbio do governo federal prevê oferecer, até 2015, 101 mil bolsas de estudo para intercâmbios no exterior destinado a alunos de graduação e pós. A partir de 2013, o Enem, antes usado de mandeira classificatória no programa, passou a ser obrigatório aos alunos interessados nas bolsas de estudo da graduação-sanduíche. Para participar, é preciso ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2009 e conseguido a média mínimia de 600 pontos.Os candidatos tmbém são avaliados de acordo com seu aproveitamento acadêmico na universidade.

5. Certificado do Ensino Médio
Quem tem no mínimo 18 anos e não concluiu o Ensino Médio pode conseguir a certificação por meio do Enem. A pontuação mínima é de 450 pontos em cada uma das áreas de conhecimento e 500 pontos na redação. Desde 2009, quando o Enem ganhou a função de conferir o certificado, o número de candidatos que solicitaram a certificação do Ensino Médio triplicou: foi de 197.991 naquele ano para 997.131 em 2014.
O Ministério da Educação divulgou na manhã desta quarta-feira, 12, o gabarito oficial da edição atual do Enem. Confira abaixo

Gabaritos das provas de SÃBADO

Gabaritos das provas de DOMINGO

Fonte: www.g1.com.br

Por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br

domingo, 9 de novembro de 2014

Instituição amazonense recebe prêmio FINEP de Inovação Tecnológica no Rio de Janeiro


FPF Tech é vencedora do Prêmio Finep de Inovação 2014


MANAUS - A instituição amazonense Fundação Paulo Feitoza de Tecnologia - FPFTech foi a vencedora da categoria Instituto de Ciência & Tecnologia da Região Norte, no Prêmio Finep de Inovação 2014, que aconteceu no último dia 5 de novembro, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.
Além do troféu e reconhecimento público, a FPFTech recebeu um prêmio no valor de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais) para investir em novos produtos e inovação. Com este resultado, a instituição está concorrendo na categoria Instituto de Ciência e Tecnologia na premiação nacional, a ser anunciada em Brasília, no Palácio do Planalto, ainda este ano. Ao todo, serão distribuídos cerca de R$ 8 milhões em prêmios.
Entre os critérios avaliados pela Finep estavam a política de gestão da inovação tecnológica, indicadores de propriedade intelectual, produção científica, tecnológica e de inovação, além de resultados, impactos econômicos, ambientais e sociais dos projetos desenvolvidos, estratégias de captação de recursos e parceiras nos últimos três anos.
"Esta e outras conquistas reforçam o posicionamento de destaque da FPFTech no ecossistema de pesquisa, desenvolvimento e inovação brasileiro e são frutos de um trabalho sério e continuado de gestão de inovação, formação de competências e de investimento em capital intelectual em Manaus", destaca Rosanila Feitoza, Superintendente da FPFTech.

PRÊMIO FINEP

O prêmio foi criado em 1998 pela Financiadora de Estudos e Projetos - Finep. É considerao o "Oscar" da inovação brasileira e visa divulgar, estimular e reconhecer esforços nacionais de empresas, instituições de pesquisa e desenvolvimento e pessoas fiscais que trabalham no desenvolvimento de soluções inovadoras em forma de produtos, processos, metodologias ou serviços novos ou significativamente modificados.

HISTÓRICO DE PREMIAÇÕES

Desde 2005, a FPFTech já esteve diversas vezes entre os primeiros lugares do prêmio Finep, nas categorias "Produto e Instituto de Ciências & Tecnologia" da Região Norte do Brasil. Além disso, já foi selecionada pela Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras - ANPEI para apresentar dois cases: o ActivIris, solução tecnológica de acessibilidade e o Uso da Metodologia dos Living Labs e Inovação Aberta.
Em agosto deste ano, a FPFTech foi destaque nacional no Great Place to Work, ficando entre as 100 melhores empresas de TI e Telecom para trabalhar no Brasil e sendo a única da região Norte a acumular quatro títulos.

Fonte: www.acritica.com.br

Por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Ufam desenvolve bactéria para despoluir os rios da Amazônia e é premiada com medalha de ouro em Boston (EUA)

Equipe da UFAM é premiada nos Estados Unidos pelo projeto de Biologia Sintética
Estudantes de Biotecnologia e Ciências Biológicas defenderam a UFAM na competição de genética que envolveu instituições renomadas como Havard, Oxford, Cambrigde e MIT


MANAUS - Durante cinco dias, estudantes de todas as partes do mundo se reuniram no Hynes Convention Center, em Boston, para uma das mais importantes competições acadêmicas de biologia sintética, o iGEM - sigla em inglês para Competição Internacional de Máquinas Geneticamente Modificadas -. Foram mais de 2.300 estudantes de graduação, mestrado e doutorado vindos de instituições do mundo inteiro, entre elas Harvard, Oxford, Cambrigde, MIT e Universidade Federal do Amazonas.
O Amazonas foi representado pelas estudantes Paloma Fernandes, a mestranda Laís Gomes, e, Luna Lacerda, recentemente graduada em Biotecnologia pela Ufam. Luna acredita que a poluição dos rios pelo mercúrio além de um problema regional muito sério é também uma questão mundial. "Temas relacionados à Amazônia ganham destaque lá fora, o nosso projeto se mostrou útil e inovador, nos levando até a medalha de ouro", pontuou a jovem manauara de 24 anos, que deve seguir para o doutorado na Europa em 2015.
O professor de Engenharia Genética, Carlos Gustavo Nunes, orientador do projeto que envolveu 15 estudantes no laboratório da Ufam explica que o sistema, além de detectar e colher, também elimina o mercúrio inserido nos rios. "Em lugares onde há grandes níveis de mercúrio, existe a possibilidade de contaminação, e isso pode ser danoso para as populações ribeirinhas, visto que o excesso de mercúrio no organismo pode comprometer órgãos vitais como cérebro, rins e fígado". O tutor também destacou o apoio da Universidade Federal do Amazonas e da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável - SDS, no custeio das passagens.
A Ufam, sendo a única instituição brasileira a receber medalha de ouro na competição, consolida-se internacionalmente como importante centro de pesquisas na área da Biologia Sintética. Universidades brasileiras como USP, UNESP e UFMG também participaram do evento.




SOBRE O iGEM

A competição é voltada para a Biologia Sintética, que nada mais é que a reprogramação de seres vivos para fins úteis. O evento teve início no renomado MIT - Instituto Tecnológico de Massachusetts -  e neste ano aconteceu nos dias 30 de outubro a 3 de novembro, na cidade americana de Boston. O iGEM mistura ciência de ponta e juventude.
A idade máxima entre os estudantes é de 25 anos, e, segundo o professor Carlos Gustavo, o caráter competitivo do evento é pouco observado, pois as equipes interagem colaborando mutuamente em seus projetos independente das diferenças geográficas e culturais, criando um ambiente científico respeitoso e cooperativo.

Fonte: www.acritica.com.br

Por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Defensoria Pública da União (DPU) abre concurso público para 58 vagas com vencimentos de R$ 16 mil



Concurso DPU 2014 inscrição Defensor Cespe


BRASÍLIA - A Defensoria Pública da União - DPU lançou o edital de abertura do concurso público para 58 vagas no cargo de Defensor Público Federal de Segunda Categoria, da carreira do órgão em 2014. O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos - Cespe coordena o concurso que reserva 3 vagas para candidatos portadores de deficiência.
Para concorrer ao cargo de Defensor, o candidato deve ter diploma de nível superior de bacharelado em Direito, fornecido por instituição de Ensino Superior reconhecida pelo Ministério da Educação - MEC, além de estar inscrito na OAB e ter, no mínimo, a prática de três anos de atividade jurídica comprovada. A remuneração inicial é de 16.489,37 Veja o Edita.
A avaliação dos candidatos terá etapas de prova objetiva, dissertativa escrita, oral, avaliação de títulos e sindicância de vida pregressa. As provas objetivas serão realizadas nas capitais de todos os Estados da Federação e no Distrito Federal, dia 7 de fevereiro de 2015, no turno da tarde, em locais que serão divulgados pelo Cesp, no dia 2 de fevereiro. A prova objetiva terá 200 (duzentas) questões com alternativas de Certo (C) e Errado (E) e nos conteúdos a serem cobrados podem ser visualizados no edital.
Os interessados poderão se inscrever pela internet, por meio do endereço eletrônico do Cesp-UNB, entre 10 horas do dia 17 de novembro até 23 horas e 59 minutos do dia 8 de dezembro de 2014.
O prazo de validade do concurso esgotar-se-á após um ano, contado a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.

Fonte: www.acheconcursos.com.br

Por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

UEA abre inscrições para Mestrado em Ciências Aplicadas à Hematologia




MANAUS - Até o dia 14 de novembro, a Universidade do Estado do Amazonas - UEA estará com inscrições abertas para a seleção de alunos e preenchimento de vagas na turma do Mestrado em Ciências Aplicadas à Hematologia. O edital oferece um total de dez vagas.
As inscrições para o processo seletivo deverão ser efetuadas na Secretaria de Pós-Gradução do Mestrado em Ciências Aplicadas à Hemotologia, situada no 2o andar do bloco A, da Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas - FHEMOAM, localizada na Avenida Constantino Nery, 4397, bairro Chapada.
A seleção é destinada aos profissionais das áreas de Medicina, Enfermagem, Farmácia, Bioquímica, Biologia, Biomedicina e Estatística. O processo seletivo será realizado em duas etapas: provas de Inglês, específica da área e entrevista.
A prova de Inglês será realizada dia 24 de novembro e a prova específica será no dia 5 de dezembro. A prova específica só será aplicada apenas para os candidatos aprovados na prova de Inglês. A entrevista será realizada no dia 5 de fevereiro.
O resultado final do processo seletivo será divulgado no dia 13 de fevereiro de 2015. O período de matrícula será entre os dias 22 e 27 de feveriro do mesmo ano.

Fonte: www.diariodoamazonas.com.br

Por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br

Dicas de possíveis temas da redação do Enem 2014




BRASÍLIA - Na reta fina de estudos para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio - Enem, que serão aplicadas no próximo fim de semana, os candidatos ainda tem tempo de estudarem temas que são apostas de professores. Entre eles estão fatos históricos que podem ser relacionados a acontecimentos recentes.

DIRETAS JÁ E APARTHEID

O professor de História do curso online QG do Enem, Marcelo Tavares, diz que uma das apostas é estudar os fatos que este ano completam "aniversário redondo", como o movimento "Diretas Já!", encerrado em 1984 e que completa 30 anos, além do Apartheid na África do Sul, que terminou em 1994, e os 100 anos da 1a Guerra Mundial.
O Diretas, já! porque juntamos o ano eleitoral e o aniversário de um movimento que foi determinante para o retorno das eleições diretas para presidente. Foi um movimento derrotado, mas que mostrou a iniciativa da sociedade brasileira em favor do restabelecimento do voto direto, explica o professor, lembrando que a mobilização pelas Diretas Já levou milhares de pessoas às ruas para pressionar em favor do voto direto.
Como 2014 marca os 20 anos do fim do Apartheid, o professor Marcelo diz que coloca o tema como referência obrigatória. "Quando você fala de Apartheid, fala de um regime de segregação racial que durou da década de 40 até 1994 e fala de Nelson Mandela, que ficou anos preso por se mobilizar contra aquilo", explica.
Ele também cita como boas apostas a "Ditadura Militar", a "Guerra do Vietnã", o "Coronelismo", o "Governo de João Goulart" e a "Constituição de 1988".

RESÍDUOS SÓLIDOS

O professor de Geografia do Pré-Vestibular Galois, Leonardo Dreher, acredita que a prova do Enem vai cobrar bastante temas ligados à questão ambiental. A Política Nacional de Resíduos Sólidos, que estabeleceu prazo até agosto último para que os municípios acabassem com os lixões e criassem aterros sanitários, é uma das apostas do professor.
"Em 2014 venceu o prazo, e a política acabou não sendo bem implementada já que nem todos os lixões foram fechados e os aterros sanitários instalados. O estudante precisa conhecer o tema sob a perspectiva das responsabilidades políticas, ver a questão do lixo não só como responsabilidade do Estado, mas também do empresariado e da sociedade civil", diz.

RECURSOS HÍDRICOS

A falta de água, que tem sido problema recorrente em cidades brasileiras e coloca em debate a importância do manejo dos recursos hídricos, as fontes de energia disponíveis no Brasil e as implicações do uso crescente das unisas térmicas, pode aparecer em textos e questões, na avaliação do pressor Leonardo. Ele diz que os estudantes devem ficar atentos também aos conflitos agrários envolvendo, por exemplo, garimpeiros, indígenas e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, já que esse tem sido o tema recorrente no Enem.

USO MEDICINAL DA MACONHA

O professor de Atualidade do curso online QG do Enem, Orlando Stiebler, acredita que o uso da maconha para fins mediciais é forte para cair no Exame ou até ser tema da redação. "É um tema que está em voga. No Brasil, gerou polêmica o fato de as pessoas importarem remédios à base de maconha para o tratamento de doenças. Ainda carecemos de uma regulamentação sobre o assunto", explica.
Fatos relacionados à Ditadura Militar também são fortes para a prova do Enem na avaliação do professor, já que em 2014 se completam os 50 anos do golpe militar. Ele cita, entre esses fatos, a exumação dos restos mortais do ex-Presidente João Goulart e os trabalhos da Comissão da Verdade.

COMISSÃO DA VERDADE: DITADURA MILITAR

"EM 2012 foi criada uma comissao para investigar o passado do Brasil e ela encerra as atividades em dezembro deste ano. Esse é um tema forte. É importante saber detalhes sobre o trabalho da comissão e o período que ela vai investigar, que é de 1946 a 1988.

CRISE ENTRE UCRÂNIA E RÚSSIA

Na área internacional, Stiebler prevê que apareçam temas como a crise entre a Ucrânia e a Rússia, o referendo na Escócia e o terrorismo internacinal, com destaque para a participação da organização do Estado islâmico.
As provas do Enem serão aplicadas nos dias 8 e 9 de novembro. O exame tem 8,7 milhões de inscritos. Para se preprarar para a prova, os candidatos podem acessar aplicativo "questoesenem.ebc.com.br.
O banco de questões da Empresa Brasileira de Comunicação - EBC reúne itens de 2009 a 2013.

Fonte: www.agenciabrasil.ebc.com.br (Yara Aquino)

Por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA
rtcastroalves@bol.com.br

domingo, 2 de novembro de 2014

Conheça as universidades que os bilionários frequentam pelo mundo


Shutterstock


ATALAIA DO NORTE - Os chamados "super-ricos" são também "super estudantes"? Ou eles pularam a faculdade e se dedicaram ao negócio real de se tornarem reamente ricos? De acordo com um censo mundial de bilionários - em dólares -, quase dois terços deles têm diploma universitário. Isso significa que até para países que têm um alto nível de graduados, os bilionários são de forma até desproporcional mais propensos a terem ido para a universidade.
No Reino Unido, em cada cinco bilionários, mais de quatro frequentaram o Ensino Superior. Os dados educacionais são de um perfil anual dos mais ricos do mundo, com informações do censo de bilionários da Walth-X e da UBS Bilionários, e foi produzido por um grupo de bancário suíço e uma empresa de inteligência financeira de Singapura.
O relatório avalia a riqueza e a história de mais de 2,3 mil bilionários e a pesquisa acaba com a imagem dos ricos de serem "autodidatas" ou de terem começado sozinhos e terem sido treinados somente pelo próprio mercado.
Além de serem mais propensos a ter um diploma universitário, um quarto dos bilionários tem também pós-graduação e mais que um em cada dez tem doutorado.
Esse "mapa da riqueza" também mostra que esses bilionários são mais propensos a terem frequentado algumas das universidades mais prestigiadas do mundo.
Da lista das 20 principais universidades que produzem bilionários, 16 colocações são ocupadas pelas melhores instituições americanas de elite, como Harvard e Yale, por exemplo.

Fachada de um dos prédios do campus da Universidade Harvard, em Cambridge, Massachusetts, nos Estados Unidos
Fachada de um dos prédios do campus da Universidade Harvard,
em Cambridge, Massachusetts, nos Estados Unidos


UNIVERSIDADES DE ELITE

A Universidade da Pensilvânia formou mais bilionários que qualquer outra, seguida pela famosa Harvard e ainda Yale, Universidade do Sul da Califórnia, Princeton, Cornell e Stanford.
E a forma mais comum de fazer dinheiro, segundo o estudo, é lidar com dinheiro e as profissões mais comuns dos bilionários são relacionadas a finanças, incluindo investidores e donos de bancos.
Mas há também  algumas indicações de que a localização dos "super-ricos" está mudando. Refletindo o crescimento da economia indiana, a Universidade de Mumbai está em nono na tabela de faculdades que mais forma bilionários.
A única universidade britânica na lista é a London School of Economics, em décimo lugar. Oxford e Cambridge não aparecem na listagem. Não há também universidades brasileiras elencadas na tabela. O crescimenteo dos ricos na Rússia também é refletido no décimo primeiro lugar do top 20, com a Universidade Estadual de Lomonosov, em Moscou.
Mas o domínio das universidades americanas não é simplesmente pelo fato dos Estados Unidos estarem produzindo mais bilionários. Mais de um quarto dos bilionários que frequentaram faculdades americanas eram de outros países.
Esses casos foram ainda mais comuns para cursos de pós-graduação nos Estados Unidos, nos quais 39% dos estudantes bilionários vieram de fora.
Pode ter havido também um bom intervalo de tempo, porque a média de idade desse grupo de bilionários é de 63 anos, e eles frequentaram as universidades há cerca de quatro décadas.

DOAÇÕES UNIVERSITÁRIAS

A relação com a universidade é algo que dura não menos que uma vida inteira. Mais da metade dos bilionários está envolvida em projetos filantrópicos e a principal causa que apoiam nesses casos é a educação, e, nessa categoria, o investimento deles vai principalmente para o Ensino Superior. Isso também ajuda a explicar como o fundo de captação de recursos de Harvard tem uma arrecadação altíssima, em torno de US$ 6,5 bilhões.
O estudo mostra um padrão de riqueza concentrado em um pequeno número de lugares. mais de 40% dos bilionários na Europa vivem em apenas dez cidades. Predominam Moscou e Londres. No mundo todo, Nova York é a cidade que concentra o maior número de bilionários.
A pesquisa evidencia alguns contrastes. A Nigéria é o país que tem o maior número de crianças sem acesso à escola no mundo, mas o estudo mostra que a mesma Nigéria é o país que mais tem bilionários na África.

PAPEL DA UNIVERSIDADE

Diversos estudos já liderados por vários tipos de organização, como a Organização para Cooperação Econômica e Desenvolvimento, mostram que fazer uma universidade ainda é um importante investimento para melhorar as chances de se conseguir um trabalho que pague salários mais altos.
Eles rejeitam a ideia de que não ir para a faculdade pode ser uma estratégia inteligente ou que o valor de um diploma vai cair e ficar abaixo do custo do curso.
Mas Frank Furedi, autor, comentarista social e professor aposentado de sociologia, diz que um dos "grandes segredos" da expansão do Ensino Superior é uma diferença de qualidade que está crescendo cada vez mais entre as universidades mais prestigiadas e "o resto".
"A hierarquia se torna cada vez mais fixa", disse o professor. Essas universidades mais bem conceituadas se tornaram o lugar onde "os melhores do mundo todo se juntam".
Ele explica que sempre existiu uma tensão entre as universidades promoverem uma mobilidade social e elas serem a rota para preservar a vantagem já existente para a próxima geração.
"A educação sempre foi algo contraditório, é o jeito que algumas pessoas conseguem ascender socialmente. É também uma forma de consolidar os privilégios".

Fonte: www.bol.com.br  --   leia mais em http://zip.net/byp5y7
Sean Coughlan - Repórter de educação BBC News

Por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA 
rtcastroalves@bol.com.br