Google+ Followers

LEIA O TEXTO EM OUTRAS LÍNGUAS / READ TEXT IN OTHER LANGUAGES

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Ufam divulga resultado de aprovados no PSC 2012



A Universidade Federal do Amazonas (UFAM) divulgou na tarde desta sexta-feira (30), a listagem dos candidatos aprovados do Processo Seletivo Contínuo- PSC 2012.
Foram mais de 51 mil candidatos que prestaram provas em 58 municípios do estado do Amazonas. O Processo Seletivo teve o maior número de inscritos de todos os anos.
Confira também a lista do resultado do Processo Seletivo Extramacro (PSE), que preencheu 251 vagas.

Fonte: www.acritica.com.br

Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Diário Oficial' publica novas regras para o Minha Casa, Minha Vida

 


O "Diário Oficial da União" publica nesta terça-feira (27) novos critérios para inclusão de candidatos no programa de construção de casas populares, cuja principal vitrine é o Minha Casa, Minha Vida (MVMV), prioridade da gestão Dilma Rousseff.
Entre os itens listados no site da DOU estão como fazer o cadastro, em quais situações é possível ser indicado para ser contemplado e os critérios de seleção do programa federal.
Entre as novas regras, informa a portaria do DOU, deverá ser reservado, no mínimo, 3% das unidades habitacionais para atendimento aos idosos.
A portaria é assinada pelo ministro das Cidades, Mário Negromonte.


Fonte: www.bol.com.br

Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

BRASIL DEVERÁ SER 6a ECONOMIA DO MUNDO EM 2012, PORÉM SEUS COMPATRIOTAS EM SEGUNDO PLANO




MANAUS - O Brasil deve superar o Reino Unido e se tornar a sexta maior economia do mundo ao fim de 2011, segundo projeções do Centro de Pesquisa Econômica e de Negócios (CEBR, na sigla em inglês) publicadas na imprensa britânica nesta segunda-feira. Isso representa a evolução econômica que o Brasil vem tendo de alguns anos para cá, muito embora a perda de posição do Reino Unido se deva à crise bancária de 2008 e à crise econômica que persiste em contraste com o boom vivido no Brasil na rabeira das exportações para a China.
De acordo com os dados apresentados, não há dúvida de que o Brasil vem mantendo o crescimento de suas finanças, bem como mantendo a estabilidade econômica. Mas, para os brasileiros pairam grandes questionamentos, grandes dúvidas a veracidade desses dados, notadamente porque dia a dia a realidade vivenciada é outra.
Se de fato o Brasil é um país rico, se de fato o Brasil melhorou sua posição de potência econômica, por que os brasileiros não acompanham esse crescimento proporcionalmente? Por que vemos tanta pobreza, tanta miséria? Por que a distribuição de renda não é feita adequadamente? Se alguém acredita que o Governo Federal, ao repassar à família brasileira da classe D e E R$ 50,00 ou R$ 90,00 ou um pouco mais por mês contribuirá efetivamente para melhorar a vida dessas pessoas, está enganado. É claro que esse cidadão terá vez ou outra por conta dessa renda algo em sua mesa. Porém, não é disso que ele precisa, não é disso que nós precisamos. O trabalhador precisa de trabalho, educação, qualificação, condições mínimas para dignamente manter sua família. E o mínimo de recursos financeiros de que todos nós precisamos engloba educação de qualidade, alimentação adequada, transporte eficiente, hospitais equipados e eficazes e moradia para todos. Não podemos negar que a classe média brasileira deu um salto e melhrou significativamente, mas por que ainda vemos tanta miséria? Por que milhões de crianças estão fora das sala de aula? Por que ainda temos tanto desemprego? É possível afirmar que as políticas públicas são mal planejadas, mal executadas e por fim parte dos recursos que lhes são destinados são desviados, eliminando qualquer possibilidade de chegar ao brasileiro e atender suas necessidades.
Faz necessário mudar com urgência essa realidade. Para isso, vemos que a educação, generalisticamente, ainda é o caminho pra a resolução desse tipo de problema. Vejamos o Japão, atualmente possui escola de formação política para as suas crianças, pois sabem os japoneses que todo aquele que vai administrar recursos públicos deve ser preparado para tal. Além do mais, o indivíduo educado possui escrúpulos, caráter, personalidade, pra não falar de honestidade, lealdade, compromisso e respeito pelos seus iguais.
Precisamos seguir exemplos bons como esse. Precisamos melhorar a vida das pessoas em geral por força das finanças, da probidade, da boa vontade, do interesse público e da boa-fé. Assim teremos um país de todos, um país sem preconceito, sem discriminação.


Avante, Brasil!! Avante com seus filhos, avante para seus filhos e avante por seus filhos. 

Elaborado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA


domingo, 25 de dezembro de 2011

Senado e 17 órgãos abrem prazo para 4,5 mil vagas nesta semana



Pelo menos 18 órgãos públicos abrem inscrições nesta semana para 4.551 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ R$ 23.826,57 no Senado Federal.
Os órgãos que abrem as inscrições nesta semana são os seguintes: Senado Federal, Conselho Regional de Odontologia de Alagoas, Empresa de Informática de Belo Horizonte, Perícia Forense do Estado do Ceará, Prefeitura de Aracaju (SE) , Prefeitura de Belém (PA), Prefeitura de Campinas (SP), Prefeitura de Goianá (MG), Prefeitura de Junco do Seridó (PB), Prefeitura de Morro Agudo (SP), Prefeitura de Nazareno (MG), Prefeitura de Nova Brasilândia d’Oeste (RO), Prefeitura de Ocara (CE), Prefeitura de Pejuçara (RS), Prefeitura de Piracaia (SP), Prefeitura de São José de Ramos (PB), Secretaria Municipal de Educação de Belém (PA) e Tribunal de Contas do Distrito Federal. 

Leia tudo sobre o concurso do Senado
 
O Senado lançou nesta sexta-feira (23) quatro editais para o preenchimento de 246 vagas de nível médio, técnico e superior. Os salários variam entre R$ 13,8 mil e R$ 23,8 mil (veja aqui o edital).
Os editais foram publicados no "Diário Oficial da União" entre as páginas 349 e 380 da seção 3.
As inscrições poderão ser realizadas no site da Fundação Getúlio Vargas, organizadora do processo, entre 0h do dia 26 de dezembro de 2011 e 23h59min do dia 5 de fevereiro de 2012, considerando o horário de Brasília. A isenção de pagamento para inscritos do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal deve ser solicitada até 29 de dezembro.
Cada cargo tem um processo seletivo diferente, mas para todas as funções as primeiras provas serão realizadas no dia 11 de março de 2012 nas capitais dos 26 estados e em Brasília, no Distrito Federal. Todas as vagas são para lotação nas dependências do Senado em Brasília.
Para todas as funções, é necessário ser maior de 18 anos, estar quite com a Justiça Eleitoral e não estar cumprindo sanção por inidoneidade aplicada por órgãos públicos. Das vagas, 5% são reservadas para pessoas portadoras de deficiência.

Fonte: www.g1.com.br

Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA

sábado, 24 de dezembro de 2011

COMPARADA À CAPITAL, CONHEÇA A LIMITADA VIDA DO INTERIOR DO AMAZONAS








EDITORIAL

MANAUS - Caros leitores do blog da Associação dos Atalaienses, estamos em período de festas. Vamos comemorar hoje, especialmente, o nascimento de Jesus, festa denominada Natal. Sem dúvida temos vários motivos para comemorar também vida que Deus nos permitiu ter durante todo o ano de 2011. Mas, ao fazer uma reflexão detalhada de tudo que se passou, observando quem somos, onde vivemos, o que fazemos e o que esperamos daqueles que têm o dever de realizar para que o próximo tenha seus direitos assegurados, deparamo-nos com uma realidade totalmente parcial, com interesses escusos predominantes, e a vida da maioria das pessoas, que são a verdadeira razão de tudo, em plena instabilidade.
O Estado do Amazonas constitui-se de 61 municípios mais a capital, aos quais em toda sua história foram feitos mais para uns e menos para outros. O que se pode apurar de tudo isso, é que as pessoas no Amazonas literalmente não são iguais. Aqueles que vivem em Manaus, por exemplo, têm mais vida, têm mais opções, têm mais condições em todos os aspectos que imaginarmos, ou seja, são de fato os favorecidos. Sentimos que a população interiorana vale menos, não sabemos o porquê, mas vale menos. Os investimentos de todas as ordens, sejam elas municipal, estadual ou federal, ou ainda à saúde, ao transporte, à moradia, à subsistência, à educação ou outro setor que favoreça a populaçao interiorana parecem nunca existir, se compararmos aos investimentos e grandes realizações na capital Manaus. A cada ano podemos comprovar os feitos que alavancam Manaus para ser uma super metrópole, enquanto que as cidades do interior simplesmente correm o risco de desaparecem por força da fuga dos seus filhos para a capital em busca de valoração. São montantes absurdos, praticamente infnitos se avaliados pelo cidadão do interior, pois são eles que em regra vivem com um teto salarial inferior a R$ 1.000 (mil reais). Imaginem eles lendo um artigo de jornal em que lá é relatado que em Manaus foram gastos quase 1.000.000.000 (um bilhão de reais) na construção de uma ponte! Manaus hoje desponta como terra promissora, terra prometida em que tudo nela será realizado, tudo nela deverá ter para que seus munícipes possam usufruir diariamente como se fossem reis e rainhas, não se importando com a forma de viver dos munícipes interioranos. Isso comprova que todos nós natalicios de qualquer cidade do interior do Amazonas nascemos para ser renegados, marginalizados, apesar de todos os nossos esforços pessoais para vencer na vida, para alcançar patamares normalmente alcançados somente pelos privilegiados manauaras ou quem nesta cidade vive.



Esperamos que esse processo não atinja êxito total, porque assim acontecerá o provável esvaziamento das cidades do interior. Esperamos que sejamos vistos, que também merecemos ser lembrados, ser beneficiados com políticas públicas, que é direito de todos.
Que neste Natal, aqueles que têm o poder de mover ações, de decidir, de demandar, de realizar, tornem os sonhos, sim tornem os nossos sonhos em realizade. Não podemos mais aceitar que, para que o cidadão interiorano possa usufruir de alguma coisa boa tenha que viajar para Manaus, arcando com grandes despesas para transformar um sonho em realidade.
Que Deus possa iluminar o caminhos de todos nós, propiciando oportunidades iguais e equitativas, proporcionais a todos sem distição de raça, credo, cor, natalidade, função ou qualquer que seja a natureza do indivídio a ser contemplado com seus direitos que possui.


FELIZ NATAL. PAZ, AMOR, ALEGRIA, FELICIDADE, PROSPERIDADE E DEUS NO CORAÇÃO.




Elaborado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA



sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Nossa Senhora da Amazônia será exposta em missa




Na próxima segunda-feira, dia 26, que os amazonenses vão conhecer de perto a imagem da Nossa Senhora da Amazônia, no Largo São Sebastião, em missa às 18h, com o arcebispo de Manaus Dom Luis Soares Vieira. A santa, que tem traços amazônicos e inclusive pele mais escura que as demais, foi feita por um artista amazonense, cuja identidade não foi revelada, mas que será apresentado durante a missa.
O artista, que é amazonense, venceu concurso nacional no início deste ano, onde foi selecionado. Em 8 de dezembro de 2010, durante as festividades de Nossa Senhora da Conceição, padroeira do Amazonas, o arcebispo Metropolitano de Manaus, dom Luiz, anunciou a construção do Santuário Nossa Senhora da Amazônia.
Em fase inicial, a construção do templo localiza-se no loteamento Itapuranga, próximo à avenida do Turismo, no bairro Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus. Foi aí a necessidade de uma imagem da santa que, de acordo com a arquidiocese, tinha um clamor muito forte dos católicos para que tivesse a ver com a nossa cultura local. A imagem revela uma mulher ribeirinha que traz, no colo, um menino de expressão bem cabocla, bem “curumim”.
Ao redor, rosas e um manto azul bastante forte e brilhoso. A celebração será acompanhada pelo coral da Rede Amazônica. Após a missa, o Grupo Halley animará a noite com músicas católicas, recebendo cantores regionais e convidados. A construção do Santuário da Nossa Senhora da Amazônia está sendo construído em duas fases, onde será feita a capela para 120 lugares e depois o templo principal.

Fonte: www.acritica.com.br
Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA


quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Ministério da Educação antecipa resultados do Enem 2011




O Ministério da Educação (MEC) antecipou a divulgação dos resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), previstos inicialmente para o início de janeiro. Os candidatos que participaram das provas aplicadas em outubro podem consultar sua pontuação a partir de hoje (21) no site do exame.
Para acessar os resultados, o estudante precisa informar seu CPF e a senha cadastrada durante o período de inscrição. Caso o participante tenha perdido a senha é possível recuperá-la no sistema. O boletim apresenta o desempenho do candidato nas quatro provas objetivas (linguagens, matemática, ciências humanas e da natureza), além da nota de redação.
A metodologia utilizada na correção do Enem é a Teoria de Resposta ao Item (TRI), modelo estatístico que permite que diferentes edições da prova sejam comparáveis. Para o cálculo da nota, leva-se em conta não apenas o número de acertos do candidato, como nos vestibulares tradicionais, mas o nível de dificuldade de cada item. Uma questão que teve baixo índice de acertos é considerada “difícil” e, portanto, tem mais peso na pontuação final. Aquelas que têm alto índice de acertos são classificadas como “fáceis” e contam menos pontos na nota final. Dessa forma, dois participantes que acertaram o mesmo número de itens podem ter médias finais diferentes.
Na TRI não existe uma pontuação máxima e mínima que o candidato pode atingir – com exceção da redação, que não é corrigida por esse modelo e cuja nota varia de 0 a 1000. A partir do desempenho dos participantes, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) constrói uma escala de notas máximas e mínimas que permite ao aluno comparar seu desempenho com o dos demais estudantes. A escala será divulgada posteriormente pelo Inep.

Fonte: www.acritica.com.br
Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA


segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Projetos preveem criação de oito estados na Amazônia



MANAUS – A Amazônia compreende uma área de oito estados: Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Maranhão, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. Imagine, agora, a criação de mais oito Unidades Federativas nesse território – algo como o que foi tentado fazer com o Pará, por meio da criação dos estados de Tapajós e Carajás. É isso o que propõe vários projetos em tramitação no Congresso Federal.
Somente na Câmara dos Deputados, existem 14 proposições para a criação de estados ou territórios. No Senado, cinco projetos tratam do assunto, sendo todos coincidentes com propostas que estão na Câmara, em tramitação ou arquivadas, mas com recurso de desarquivamento na Mesa Diretora.
A maior parte trata da divisão de quatro estados. No Amazonas, um projeto do Senado e um da Câmara propõem a criação de três territórios federais: do Rio Negro, de Juruá e do Alto Solimões. Existe também o que prevê o estado do Solimões.
Em Mato Grosso, existem propostas para a criação do estado do Araguaia e de Mato Grosso do Norte. No Maranhão, a ideia é ter o Maranhão do Sul. No Amapá, a proposta é criar o território federal do Oiapoque.
A Constituição prevê que os estados só podem ser divididos ou unidos na formação de um novo território se a população diretamente envolvida concordar com a proposta. Por isso, assim como ocorreu no Pará, qualquer projeto de decreto legislativo mesmo aprovado pelo Congresso, um plebiscito terá que ser convocado para ouvir a população do estado envolvido.
No caso paraense, mais de 60% dos 4,3 milhões de eleitores votaram ‘não’ para a criação de Tapajós e Carajás. Com a decisão das urnas, o trâmite para a divisão do estado se encerrou junto com o plebiscito. Saiba mais
Criação de municípios
No último dia 9, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou a publicação Evolução da Divisão Territorial do Brasil 1872-2010. O estudo contextualiza o processo histórico de divisão do território estadual e municipal do Brasil desde a época colonial. Em 1872, ainda durante o Império, o país era dividido em províncias e contava com apenas 642 municípios.
Em todas as unidades, os municípios eram enormes, mesmo nas então províncias de São Paulo, Minas Gerais e do Rio Grande do Sul, mas especialmente em Mato Grosso, no Pará e Amazonas. A capital amazonense, Manaus, hoje com 1,8 milhão de habitantes e 11.401 quilômetros quadrados (km²) de área, se estendia, em 1872, do norte de Roraima ao sul do atual estado, um vasto território ocupado por uma população de apenas 20 mil pessoas.
Os enormes tamanhos territoriais dos municípios amazonenses são uma das justificativas para projetos atualmente em trâmite na Assembleia Legislativa do Estado que tentam aumentar o número de 62 municípios. Um deles, de autoria do deputado estadual Adjuto Afonso (PP), transforma dez comunidades do interior em novas cidades. É o caso de Santo Antônio do Matupi, em Manicoré, Novo Remanso, em Itacoatiara, Cacau Pirêra, em Iranduba, e Balbina, no município de Presidente Figueiredo.
Apesar disso, o documento divulgado pelo IBGE mostra que de 2001 a 2010 surgiram apenas 58 municípios no Brasil, cerca de 1% do total existente nas 27 unidades da Federação (5.565). Já na década anterior, foram criados 1.016 municípios, que representaram um acréscimo de 18% no total nacional.

Fonte: www.portalamazonia.com
Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA


Alunos de Faculdade particular de Manaus fazem manifestação cobrando certificados de conclusão de curso




Cerca de 100 estudantes dos cursos de Letras, Pedagogia e Administração da instituição de ensino ocupam a secretaria da CEULM-Ulbra em Manaus. Eles exigem que a Universidade forneça os certificados de conclusão dos cursos. Alguns alunos afirmam que aguardam desde 2007 para receberem o certificado e colarem grau.
Alguns estudantes são do interior do Amazonas, de municípios como Anamã, distante 161 quilômetros de Manaus. Os estudantes afirmam que a Universidade alega que o sistema da instituição estaria com problemas e não consegue lançar as notas dos alunos.
Cento e vinte alunos de cursos oferecidos pelo CEULM-Ulbra reclamam da falta de solução para o problema do não lançamento das notas deles e de emissão dos certificados de conclusão dos cursos de letras, pedagogia e adminisração. Alguns desses alunos estudar nos Pólos de ensino à distância dos municípios de Rio Preto da Eva ( a 57 km de Manaus), Anamã (161 km), Autazes (112 km de Manaus) e Itacoatiara (175 km). Eles foram chamados pela instituição na sexta-feira passada ( 16) para que a Universidade visse os casos individualmente. Alguns alunos já deveriam ter colado grau em 2010 mas por causa do não lançamento das notas no sistema foram impedidos.
Muitos estudantes vindos do interior chegaram à instituição com malas e trazendo cópias das provas que realizaram para protocolizarem junto ao CEULM-Ulbra os documentos para comprovarem que fizeram os exames e foram aprovados. Muitos não foram avisados de que o protocolo da Universidade só começa a funcionar às 18h e retornaram no sábado (17). Como acabaram não sendo atendidos, eles retornaram à instituição nesta segunda-feira(19).
Segundo informações da coordenação pedagógica do CEULM-Ulbra, apenas na próxima segunda-feira(26) é que a instituição vai se pronunciar oficialmente sobre o assunto, já que o diretor da unidade de Manaus está viajando.

Fonte: http://www.acritica.com.br/
 
Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA

domingo, 18 de dezembro de 2011

INSS E CAIXA ABREM VAGAS EM CONCURSO A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA



Mais uma grande oportunidades a todos os estudantes atalaienses e conterrâneos que valorizam a deidicação, o empenho e acumulam muita força de vontade para garantir uma vaga em cargo público. Chegou a hora de reforçar os preparativos e alimentar as esperanças de um futuro melhor. Força, estudantes. Garantam o espaço seguro de vocês. A Associação dos Atalaienses externa os votos de vitória e muito boa sorte.

INSS

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) divulgou abertura de concurso para 1.875 vagas. Ao todo, são 375 vagas para o cargo de perito médico previdenciário e 1,5 mil para técnico do seguro social. As vagas são distribuídas nas Agências da Previdência Social nos 26 estados e Distrito Federal. No caso dos médicos, o salário chega a R$ 9.070,93. Para os técnicos, a remuneração alcança R$ 4.496,89 com gratificações e auxílio alimentação (veja aqui o edital).

O concurso era um dos mais esperados do ano devido ao grande número de vagas de nível médio. O concurso realizado em 2008 para 1,4 mil vagas de técnico do seguro social e 600 para analista do seguro social, de nível superior, teve cerca de 600 mil inscritos. Cerca de 508 mil candidatos fizeram as provas.
O edital foi publicado no "Diário Oficial da União" entre as páginas 220 e 236 da Seção 3.
Para o cargo de técnico será exigido certificado de conclusão de curso de nível médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente. Para perito é exigido diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em medicina e registro regular no Conselho Regional de Medicina.
O candidato pode poderá concorrer aos dois cargos, mas deverá optar pela mesma Gerência Executiva (cidade de realização das provas).
As inscrições serão pelo site da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br) a partir das 10h da próxima segunda-feira (19) até 14h de 11 de janeiro de 2012. As inscrições vão custar R$ 61,70 e R$ 51,70, respectivamente para médicos e técnicos. Os candidatos também podem se inscrever em postos listados no anexo III do edital.
Para o cargo de perito médico previdenciário a seleção será realizada por meio de provas objetivas e de títulos; para o cargo de técnico do seguro social a seleção será realizada por meio de provas objetivas.
Para técnico serão aplicadas provas de conhecimentos gerais nas disciplinas de ética no serviço público, regime jurídico único, noções de direito constitucional, língua portuguesa, raciocínio lógico e noções de informática, além de prova de conhecimentos específicos, relacionados à legislação previdenciária.
Para perito as provas de conhecimentos gerais terão língua portuguesa, ética no serviço público, noções de direito constitucional e noções de direito administrativo. haverá ainda prova de conhecimentos específicos.
Para ambos os cargos, as provas objetivas terão caráter eliminatório e classificatório, sendo considerados eliminados os candidatos que não obtiverem, no mínimo, cumulativamente, 30% de acertos na prova de conhecimentos gerais; 30% de acertos na prova de conhecimentos específicos; 40% de acertos no total de ambas as provas.
A aplicação das provas objetivas para o cargo de perito médico previdenciário está prevista para o dia 12 de fevereiro de 2012, no período da manhã, e para o cargo técnico do seguro social, no período da tarde.

Caixa Econômica Federal


A Caixa Econômica Federal abriu concurso público para formação de cadastro de reserva para o cargo de médico do trabalho. O salário é de R$ 5.801,00. O candidato deve ter diploma de conclusão de curso de graduação em medicina e certificado de conclusão de curso de especialização em medicina do trabalho (veja aqui o edital).
O concurso abrange o Distrito Federal, Pará, Paraná, Goiás, Pernambuco e Rio de Janeiro.
A inscrição deverá ser efetuada somente via Internet, de 19 de dezembro a 8 de janeiro, pelo site www.cesgranrio.org.br. A taxa de inscrição é de R$ 70,00.
O concurso público consistirá de três etapas: provas objetivas, avaliação de títulos e exames médicos admissionais.
Os candidatos aprovados na avaliação de conhecimentos serão convocados para a realização da avaliação de títulos. Após a realização avaliação de títulos, os candidatos classificados serão convocados para a realização dos exames médicos admissionais, observada a necessidade de provimento e a ordem de classificação.
As provas serão aplicadas, simultaneamente, nas cidades de Belém/PA, Brasília/DF, Curitiba/PR, Goiânia/GO, Recife/PE e Rio de Janeiro/RJ.
A aplicação das provas objetivas será em 29 de janeiro.

Fonte: www.g1.com.br
Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA


sábado, 17 de dezembro de 2011

Índios de quatro etnias se tornam bacharéis neste sábado, no Amazonas



Os formandos concluíram cursos de Antropologia, Artes, Biologia, Educação Física, Letras e Matemática no município de Tabatinga (distante 1106 Km de Manaus)

 
A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) realiza neste sábado (17), a colação de grau de 204 indígenas de municípios da região do Alto Solimões, no interior do Amazonas.
Os formandos concluíram cursos de Antropologia, Artes, Biologia, Educação Física, Letras e Matemática no município de Tabatinga (distante 1106 Km de Manaus).
Os novos bacharéis são das etnias ticuna, cocama, cambeba e caixana e moradores dos municípios de Tabatinga, São Paulo de Olivença, Amaturá, Santo Antônio do Içá, Tonantins, Atalaia do Norte e Benjamim Constant.
De acordo com a assessoria de imprensa da UEA, a turma é a maior em número de graduandos indígenas em uma única cerimônia de seis cursos superiores promovidos pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

www.acritica.com.br

Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA


Prefeitura de Manaus anuncia quatro concursos para janeiro



MANAUS – A Prefeitura de Manaus vai lançar, em janeiro de 2012, quatro editais para realização de novos concursos públicos. Serão oferecidas cerca de 400 vagas, distribuídas entre Fundação Dr. Thomas, Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (Implurb) e as Secretarias Municipais de Esportes e da Juventude (Semdej) e de Meio Ambiente (Semmas).
Segundo o titular da Secretaria Municipal de Administração (Semad), José Antônio de Assunção, as vagas estão divididas entre 249 para cargos de nível superior e 145 para o nível médio. A pasta é encarregada pela coordenação dos certames e ampliou até a próxima semana o prazo para o recebimento de propostas das empresas interessadas em executar os concursos. Objetivo é que as provas sejam realizados em fevereiro.
“ Quanto a remuneração, os salários variam entre R$ 2.075 e R$ 850, com exceção para o cargo de procurador autárquico do Implurb, que é de R$ 6.615”, esclarece o secretário.


Fonte: www.portalamazonia.com
Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA


quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Cursos técnicos com inscrições abertas na Fundação Rede Amazônica



Apesar de ter custo, a Associação dos Atalaienses torna público os cursos técnicos realizados pela Rede Amazônica de Televisão, tendo em vista possibilitar novos horizontes para os estudantes atalaienses. Para a Diretoria Executiva da associação, esta é uma oportunidade de se qualificar e ficar apto para o mercado de trabalho, mesmo para os universitário, que poderão dividir os estudos com o trabalho e ter a subsistência necessária. Veja relação de cursos e valores abaixo



MANAUS – O próximo ano bate à porta. Com a chegada de 2012, muitos fazem planos para conquistar sucesso profissional. Alguns recorrem aos cursos de nível superior. Outros, aos de formação técnica. Como opção, em Manaus, a Fundação Rede Amazônica (FRA) oferece qualificação nas áreas de informática, gestão e comunicação. As inscrições para o primeiro semestre de 2012 seguem até o dia 6 de janeiro.
Para quem reclama de tempo, os cursos são oferecidos nos três turnos (matutino, vespertino e noturno). O Gestor do Centro de Informática da FRA, Leandro Fonseca, lembrou que são apenas 40 vagas para Comunicação e Gestão e 35 para Informática. Ele também ressaltou a credibilidade dos cursos. “Há uma grande chance de nossos alunos serem contratados no mercado de trabalho. Temos vários exemplos, inclusive dentro do grupo Rede Amazônica”, destacou.

Confira abaixo a lista de cursos oferecidos pela FRA:

Informática
Técnico em Manutenção e Suporte em Informática,
Técnico em Comunicação Visual (Design Gráfico e Digital)
Técnico em informática para Internet (Desenvolvimento de web)
Gestão
Técnico em Administração
Técnico em Recursos Humanos
Comunicação
Técnico em Radio e TV com habilitações em locutor, apresentador, editor de imagens, produtor e cinegrafista.

Os valores variam de acordo com o curso e horário. Confira os preços de cada curso abaixo:
Técnico em Rádio e TV com habilitação em locução e apresentação/produção
Pagamento antes do vencimento:
Manhã: R$ 315,00
Vespertino: R$ 300,00
Noturno total: R$ 330,00
Pagamento no vencimento: R$ 350,00.
Técnico em Rádio e TV com habilitação em cinegrafia/edição de imagem
Pagamento antes do vencimento:
Manhã: R$ 295,00
Vespertino: R$280,00
Noturno total: R$ 310,00
Pagamento no vencimento: R$ 330,00.
Técnico em administração
Pagamento antes do vencimento:
Manhã: R$ 265,00
Vespertino: R$ 250,00
Noturno total: R$ 280,00
Pagamento no vencimento: R$ 300,00.
Técnico em recursos humanos
Pagamento antes do vencimento:
Manhã: R$ 235,00
Vespertino: R$ 220,00
Noturno total: R$ 250,00
Pagamento no vencimento: R$ 270,00.
Técnico em Manutenção e Suporte em Informática
Pagamento antes do vencimento:
Manhã: R$ 300,00
Vespertino: R$ 280,00
Noturno: R$ 320,00
Pagamento no vencimento: R$ 350,00.
Técnico em Informática para Internet
Pagamento antes do vencimento:
Manhã: R$ 300,00
Vespertino: R$ 280,00
Noturno: R$ 320,00
Pagamento no vencimento: 350,00.
Técnico em Comunicação Visual
Pagamento antes do vencimento:
Manhã: R$ 280,00
Vespertino: R$ 260,00
Noturno: R$ 300,00
Pagamento no vencimento: R$ 330,00.

Fonte: www.portalamazonia.com
Postado por Rubem Taade - Presidente da AFAMA


domingo, 11 de dezembro de 2011

Em decisão histórica, EUA e China comprometem-se a cortar gases estufa em pacto global




Um dos principais e inéditos resultados da Conferência do Clima, COP-17, foi o estabelecimento do grupo de trabalho da Plataforma de Durban, que vai desenvolver um "protocolo", "instrumento legal" ou "resultado acordado com força legal" de comprometimento de todos os países para cortar as emissões de gases do efeito estufa. É a primeira vez que EUA e China concordam com um acordo legal neste sentido, que deve ser implementado em 2020.
A Índia e a União Europeia concordaram no último momento, com a mudança no texto, que trocou o fraco termo "resultado legal" que estava nos documentos anteriores por "resultado acordado com força legal", que exige um comprometimento maior. O Fundo Verde e a prorrogação do Protocolo de Kyoto também foram aprovados.
Para a ministra do meio ambiete do Brasil, Izabella Teixeira, o resultado da COP-17 é histórico por fazer com que todos os países se comprometam.
O documento "nota com grave preocupação" a lacuna significativa entre as promessas de corte nas emissões dos gases estufa dos países até 2020 e o que deveria ser feito para se ter uma chance de conter o aquecimento global a 2°C ou 1.5°C acima dos níveis pré-industriais.
Onegociador chefe do Brasil, Luiz Alberto Figueiredo, disse que até 2020 os países desenvolvidos já terão atingido seu pico de emissões se os EUA começarem agora a reduzir as suas. Já os países emergentes ainda têm um tempo maior para continuar com grande lançamento de gases.
O documento diz que os trabalhos devem ser completados o mais cedo possível, mas não depois de 2015, para que o marco legal seja adotado na COP-21. O grupo ainda começará a funcionar no primeiro semestre de 2012 e levará em conta o relatório do IPCC, que irá revisar os resultados das ações de corte de emissão no clima.
O resultado final também deve incluir adaptação às mudanças climáticas, financiamento, transferência de tecnologia, desenvolvimento e capacitação nos países pobres.
Ficou de fora do texto um ponto crucial para os países em desenvolvimento: o princípio das "responsabilidades comuns, mas diferenciadas, de acordo com as respectivas capacidades", ou seja, países desenvolvidos que poluíram mais ao longo dos anos teriam maiores metas.
Segundo o negociador dos EUA, Todd Stern, o resultado foi "muito bom" e "balanceado", já que ele é contra ter maiores metas do que a China, por exemplo. Para o embaixador brasileiro isto é um ponto de vista. Para ele, como o texto estará sob a Convenção do Clima, os países já são dividos em dois grupos, por isso não há a necessidade de destacar isso no documento da Plataforma de Durban.

Pontos centrais do acordo

Os temas centrais discutidos nas duas semanas de Conferência do Clima, em Durban, foram a prorrogação do Protocolo de Kyoto para além de 2012 (quando ele expira), atrelada ao comprometimento de todos os países com a assinatura de um acordo legal de redução nas emissões do gases do efeito estufa em alguns anos. O Fundo Verde, que visa destinar até 100 bilhões de dólares ao ano até 2020 para combater as mudanças climáticas em países pobres, também foi operacionalizado para começar a funcionar.
Maiores emissores da atualidade, China e EUA são historicamente os grandes entraves de um acordo global legal de corte nos gases do efeito estufa. Nesta COP, entretanto, os dois países se mostraram mais dispostos a aceitá-lo. O argumento de ambos é o impacto dos cortes na economia. A mesma premissa foi usada pela Índia, que diz ter milhões de cidadãos na pobreza e, assim, enfrentar dificuldades em assumir este compromisso.
Para os EUA há ainda mais um entrave: o acordo ideal, assim como Kyoto, é “legalmente vinculante”, ou seja, tem peso de lei e deve passar pelo legislativo dos países. Foi exatamente neste ponto que o Protocolo de Kyoto não foi aprovado no Senado do país. E o problema tende a se repetir para um novo acordo. Como 2012.

Kyoto

Sob Kyoto, apenas os países desenvolvidos possuem metas de corte nas emissões. O EUA, maior poluidor histórico, contudo, não aderiram ao Protocolo. China, Brasil e Índia, por sua vez, ficaram de fora por estarem em desenvolvimento. Agora, porém, para aceitar um segundo período de comprometimento, a União Europeia, a principal signatária de Kyoto, exigiu que estes países também aceitassem cortes nas emissões após 2015.
Japão, Rússia e Canadá não aceitaram novos comprometimentos em Kyoto, por alegarem ser injusto fazer cortes sem que todos os países façam o mesmo; por isso, participam apenas do acordo global. Austrália e Nova Zelândia também devem apresentar novas metas.

Fonte: www.bol.com.br

Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA

sábado, 10 de dezembro de 2011

Muitos candidatos chegam atrasados no primeiro dia de provas da UEA


MANAUS - Apesar dos alertas da organização do vestibular da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), para que os candidatos a uma das 5.060 vagas não chegassem atrasados nos locais de prova, vários locais onde o concurso foi realizado tiveram registros de vestibulandos chegando após às 12h50, horário previsto – de acordo com o edital do certame -, para o fechamento dos portões.
Alguns chegaram a se reunir em grupo e registrar um Boletim de Ocorrência (BO), em delegacia, como ocorreu no 6º Distrito Integrado de Polícia (6º DIP), no bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus, onde mais de 10 candidatos, registraram queixa.
Por meio de sua assessoria de comunicação a UEA salientou que no decorrer da semana, houve uma grande divulgação por parte da instituição para que os candidatos atentassem para o horário, evitando chegar atrasados ou em cima da hora nos locais de prova.
Pelo edital, os portões seriam fechados às 12h50, e às 13h os lacres das sacolas contendo as provas seriam abertos, para a distribuição das mesmas, conforme a assessoria da UEA, que também salientou que não ocorreu distúrbio em nenhum dos locais onde o exame está sendo aplicado
O número de candidatos faltosos, tanto em Manaus, como nos demais municípios onde estão sendo aplicadas as provas deverá ser divulgado apenas neste domingo (11).
Um total de 55.776 candidatos serão submetidos às provas do vestibular da UEA, nestes sábado (10) e domingo (11), nos 62 municípios do Amazonas. Os cursos mais concorridos são Medicina, seguido de Direito e Administração. 
 
Fonte: www.acritica.com.br
Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA


sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Ministro da Justiça anuncia contratação de novos policiais para garantir proteção às fronteiras



Vão ser realizados concursos públicos para ingresso dos novos profissionais das Polícias Federal e Rodoviária Federal.  A ideia é melhorar a proteção das fronteiras brasileiras

 

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou ontem que a presidente Dilma Rousseff autorizou a contratação de 1.500 homens da Polícia Rodoviária Federal e 1.300 da Polícia Federal. Ele não detalhou, porém, quando os editais dos concursos serão lançados. Segundo o ministro, os servidores que ingressarem a partir de agora nestes dois órgãos serão lotados nas fronteiras.
O anúncio foi feito durante a assinatura de pacto com 11 Estados para fortalecer a proteção das fronteiras brasileiras. O governo pretende investir R$ 37 milhões para reforçar o policiamento dessas regiões.
Segundo Cardozo, o reforço nas fronteiras só começa a partir de 2012 devido ao período de treinamento. “Pretendemos melhorar as condições daqueles que trabalham na fronteira. Isso não é uma promessa, é uma decisão”, disse.
Os Estados participantes do Plano Estratégico são Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
 Estados têm que mostrar seus projetos
 Para conseguirem verba do governo para o pacto de proteção às fronteiras, Estados como o Amazonas precisarão apresentar projetos, que serão avaliados pelo Ministério da Justiça segundo “critérios bastante objetivos”, conforme diz Cardozo. “Não será em momento algum a remessa de recursos feita de maneira aleatória. Tudo exigirá um plano com objetivos muito bem postos que serão acompanhados pelo Ministério da Justiça ao longo da execução”.
O pacto faz parte da Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras (Enafron) e envolve os ministérios da Justiça e da Defesa, sob coordenação do vice-presidente Michel Temer.

Fonte: www.acritica.com.br
Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA


terça-feira, 6 de dezembro de 2011

LEI DE SUBSÍDIO DOS POLICIAIS MILITARES É DISCUTIDA EM REUNIÃO E PODERÁ EM 2012 SER APROVADA NA ALE-AM



MANAUS - Um dos grandes sonhos dos policiais militares e dos bombeiros militares do Amazonas está prestes a se concretizar. Graças ao sinal verde do Governador Omar Aziz, os representantes dos policiais e bombeiros, do governo e da Assembleia Legislativa, especialmente o Deputado Cabo Maciel, reuniram-se para discutir os últimos detalhes da lei de subsídios da categoria.
O Amazonas é um dos últimos Estados a possibilitar aos policiais militares e bombeiros militares o acesso a uma garantia constitucional, que prevê esse, que para muitos, é a chave para uma aposentadoria segura, razoável e proporcional aos anos de trabalho intenso e dedicação ao serviço de proteção ao cidadão. Veja Artigo abaixo publicado no Jornal Acrítica:

"As negociações para aprovar a Lei de Subsídio para policiais e bombeiros militares começaram nesta segunda-feira(05), em uma reunião que contou com a presença de representantes dos militares , o chefe da Casa Civil do governo do Amazonas, Raul Zaidan  e a Secretária Estadual de Administração, Ligia Abraim Fraxe Licatti.
O governador Omar Aziz deu prazo de 15 a 20 dias para que a lei seja encaminhada à Assembleia Legislativa do Amazonas para votação. 
Os  secretários de governo  afirmaram que vão  juntamente com  técnicos da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, Comando da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros analisar as propostas para viabilização do impacto financeiro para a aprovação da Lei de Subsídio para evitar que haja impacto negativo na folha de pagamento do Estado."

Fonte: www.acritica.com.br

Postado por Rubem Tadeu -Presidente da AFAMA

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

ASSOCIAÇÃO DOS ATALAIENSES COMEMORA SUA 10a CONFRATERNIZAÇÃO E ENALTECE O NATAL DE 2011



MANAUS - A Associação dos Atalaienses mais uma vez possibilitou encontros e reencontos. Famíliares, amigos e conterrâneos de Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Silves e Tabatinga tiveram nova oportunidade de reviveram o espírito fraternal e natalino e comemorar a realização de mais um evento promovido para entrelaçar a amizade entre todos: a 10a Confraternização dos Atalaienses, evento já consagrado pela sua organização, formato, alegria e tranquilidade que prevalecem.
Cerca de 500 convidados prestigiaram essa festa, em que foi possível brincar, dançar, conversar, sorrir, se divertir e até palestrar. Foi o caso da Senhora Oriona Maria, Presidenta do grupo GAMMA, Grupo de Apoio à Mulher Mastectomizada da Amazônia. Na ocasião, a presidenta orientou, esclareceu, repassou conhecimentos e deu dicas de como a mulher deve se previnir das doenças comuns da mama. Para a própria Senhora Oriona maria, a oportunidade que a AFAMA deu para o grupo GAMMA foi de extrema importância, pois são poucas as instituições que promovem eventos, que dão oportunidade de divulgar o trabalho desse grupo. Ela agradeceu e espera contar com o apoio da AFAMA a partir desse momento, dilvulgando e auxiliando na prevenção.
Além de toda essa sintonia, a Associação dos Atalaienses proporcionou aos convidados sorteio de vários brindes: cestas natalinas, eletroeletrônicos, kits naturais da amazônia e ao final entregou aos convidados uma placa de vidro como recordação da 10a Confraternização. Também foi entregue ao campeão do torneio de futebol um troféu pelo feito: os representantes de Benjamin Constant conquistaram o título, Atalaia do Norte ficou em segundo lugar e Tabatinga em terceiro. A Presidenta do grupo GAMMA também foi agraciada com uma placa pela brilhante participação do evento.
Diante de tantas boas novas que predominaram na 10a Confraternização dos Atalaienses, a Diretoria Executiva da AFAMA tem a imensa satisfação de agradecer a presença o prestígio de todos os presentes, bem como os patrocinadores, que foram o sustento dessa festa. Nossos agradecimentos a eles: Senhora Marilene Baima, Cileno Honório, Wilamo (kimimo); Polícia Militar do Amazonas; Coronel Pacheco, Presidente do Clube dos Oficiais; Jornalista Liliane Araújo da Rede Amazônica de Televisão; Senhora Oriona Maria Presidenta do grupo GAMMA; Senhor Davi, Gerente do CTF Petrobrás, Senhor Jhon, proprietário da aparelhagem de som, banda paixão e em especial todos os jovens atalaienses que colaboraram para que o evento fosse realizado com grande louvor.

Veja algumas fotos do evento:






quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Ministro pede vista, e STF adia de novo análise da Lei da Ficha Limpa



O pedido de vista do ministro Dias Toffoli para estudar melhor o processo adiou novamente nesta quinta-feira (1º) uma definição do  Supremo Tribunal Federal sobre a aplicação da Lei da Ficha Limpa nas eleições de 2012. Até agora, são dois votos pela constitucionalidade da lei, e o julgamento não tem data para ser retomado.
A análise do caso começou no dia 9 de novembro, mas foi adiada após o ministro Joaquim Barbosa pedir vista para estudar melhor o processo. Retomado o julgamento nesta quinta, Barbosa votou pela constitucionalidade da lei acompanhando a posição do relator dos processos, ministro Luiz Fux.
O Supremo julga três ações que tratam da aplicação da norma. Essas ações foram apresentadas pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), pelo PPS e pela Confederação Nacional das Profissões Liberais (CNPL).
A lei impede a candidatura de políticos condenados pela Justiça em decisões colegiadas ou que renunciaram a cargo eletivo para evitar processo de cassação.
O novo pedido de vista pode adiar para 2012 a decisão do Supremo sobre a aplicação da lei devido ao recesso do Judiciário, que começa no próximo dia 19 de dezembro.
Até lá, Supremo deverá estar com sua composição completa – Rosa Maria Weber, indicada pela presidente Dilma Rousseff, será sabatinada pelo Senado na próxima semana e não tem data para tomar posse. Atualmente, dez ministros julgam na Corte.
Toffoli disse que pediu vista para refletir sobre todo conteúdo da lei. Perguntado sobre se a retomada do julgamento aguardaria a posse da nova ministra, ele disse que vai utilizar o tempo que considerar necessário. "Provavelmente [vou apresentar o voto] no ano que vem. Esse ano eu tenho mais de 30 ações diretas para liberar. Se coincidir ou não com a posse dela, eu vou utilizar o meu tempo."
VotosEm seu voto, Barbosa fez uma defesa da ética e da probidade para os que pretendem ingressar na vida pública. Para o ministro, a Lei da Ficha Limpa cumpre a tarefa, prevista na Constituição, de “proteger” a moralidade administrativa.
“É chegada a hora de a sociedade ter o direito de escolher e o orgulhar-se poder votar em candidatos probos sobre os quais não recaia qualquer condenação criminal e não pairem dúvidas sobre mal versação de recursos públicos”, afirmou o ministro.
Ele defendeu a validade de pontos polêmicos da norma, como o dispositivo que torna inelegíveis políticos que tenham renunciado a mandato eletivo para escapar de cassação. Para Barbosa, a ficha limpa apenas cria novos “efeitos futuros” para o ato da renúncia.
“Na ponderação entre os valores direitos políticos individuais e aos direitos políticos em sua dimensão coletiva, os primeiros devem ceder pontualmente em face de um princípio de maior envergadura constitucional que é a própria democracia”, disse.
Barbosa rejeitou o argumento de que a lei não poderia se aplicar a condenações anteriores. “Não há porque admitir que essas pessoas possam cuidar da cosia pública”, disse Barbosa.
Relator
Antes que a sessão fosse interrompida, o relator do caso, aproveitou para modificar o voto dado na primeira parte do julgamento. Fux voltou atrás na decisão de derrubar a regra de inelegibilidade para casos de renúncia de mandato eletivo. Ele manteve, no entanto, a crítica ao cálculo dos 8 anos de inelegibilidade previsto pela ficha limpa.
Segundo o relator, o prazo, contato a partir da condenação do candidato por órgão colegiado, impõe um período excessivo de inelegibilidade. Para amenizar, o ministro sugeriu subtrair dos oito anos o tempo entre a condenação e o fim do prazo para o réu recorrer.
Impasse
O primeiro impasse sobre a Lei da Ficha Limpa surgiu com a dúvida sobre sua aplicação nas eleições de 2010. De acordo com a Constituição, a lei que altera o processo eleitoral não pode ser aplicada no mesmo ano que entrou em vigor. Com base nesse argumento, em março deste ano, a maioria dos ministros do STF derrubou a validade da norma para o pleito do ano passado.
Diante das divergências em torno da aplicação da Ficha Limpa, passados 13 meses do fim das eleições, há políticos que, mesmo tendo conseguido votos suficientes para se eleger, ainda tentam na Justiça assumir os mandatos.

Fonte: www.g1.com.br
Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA