Google+ Followers

LEIA O TEXTO EM OUTRAS LÍNGUAS / READ TEXT IN OTHER LANGUAGES

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

UFAM ABRE EDITAL PARA INTERCÂMBIO EM UNIVERSIDADES DA ESPANHA


ATENÇÃO, ESTUDANTE ATALAIENSE, MAIS UMA GRANDE OPORTUNIDADE PARA SE QUALIFICAR E ENTRAR NO MERCADO DE TRABALHO COM A GARANTIA DE SUCESSO. NÃO PERCA ESSA OPORTUNIDADE, INSCREVA-SE. A ASSOCIAÇÃO DOS ATALAIENSE VAI FICAR TORCENDO POR VOCÊ.


MANAUS - A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) lança edital de bolsas de intercâmbio para universidades da Espanha. A oferta de bolsas faz parte do Programa Santander Universidades ‘Bolsas Ibero-americanas para Estudantes de Graduação’.
O programa tem por objetivo possibilitar aos alunos de graduação a oportunidade de mobilidade internacional na Espanha por um semestre letivo (primeiro semestre de 2012).
Ao todo, são concedidas cinco bolsas no valor de 3 mil euros cada, equivalente a 7.047,90 reais. A divisão de bolsas será feita entre as seis universidades participantes do programa:

1. Duas bolsas para a Universidade de Salamanca;

As inscrições acontecem em duas etapas: primeiramente, o candidato deve se inscrever até o dia 30 de setembro por meio do site. Em um segundo momento, o candidato deverá entregar documentação até o dia 14 de outubro na sala da Arii.


Fonte: www.portalamazonia.com
Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA



quarta-feira, 28 de setembro de 2011

SEGURANÇA PÚBLICA NÃO É FORÇA, É ESTRATÉGIA E REQUER GESTORES COMPROMETIDOS E COMPETENTES. ATALAIA DO NORTE ALMEJA SER PARTE DESSE PROCESSO




 

EDITORIAL



MANAUS - A rica história da cidade de Atalia do Norte, município amazonense, que fica a cerca de 1.300 km da capital Manaus, vez ou outra, teve sua imagem maculada por episódios sinistros de violência. Em alguns casos, suicídios inexplicáveis, conflitos entre índios e não-índios, e raramente roubos e furtos de grandes porporções, pequeno reflexo da falta de políticas públicas voltadas para gerar segurança para a população. Porém, a falta dessas políticas públicas para a segurança nos dias atuais tem deixado a pacata cidade de Atalaia do Norte muito assustada, cujo maior receio da população é ter sua residência invadida por infratores e passar por momentos que impliquem em ameaças ou até mesmo morte, haja vista a violência aplicada pelos infratores.
Dois eventos negativos nesta semana causaram pânico em Atalaia do Norte. Graças a reação policial, três infratores foram capturados.
"Insegurança total", afirmou um dos moradores de Atalaia do Norte, que prefere não se identificar. Apesar do aparato policial, a sensação de insegurança só tem aumentado a cada dia. O que se percebe de fato é que faltam ações por parte das autoridades a quem compete agir em prol da população local. Sabemos que não existe segurança absoluta, mas faz mister suprir a necessidade de segurança em Atalaia do Norte, com o fim de formar uma sociedade mais segura.
Para demonstrar a gravidade da situação, a imprensa amazonense veiculou a notícia do roubo à agência dos Correios em Atalaia, fato que não é comum para os padrões de vida daquele povo, que não está acostumado com o cenário ora destacado.
Ressaltamos, pois, que segurança pública é um processo que compartilha uma visão focada em componentes preventivos, repressivos, judiciais, de saúde e sociais. É um processo sistêmico, pela necessidade da integração de um conjunto de conhecimentos e ferramentas públicas que devem interagir a mesma visão, compromissos e objetivos. Deve ser também otimizado, pois dependem de decisões rápidas, medidas saneadoras e resultados imediatos. Segurança Pública não pode ser tratada como medidas vigilante e repressiva, mas como um sistema integrado e otimizado, envolvendo instrumentos de prevenção.
Faz mister o envolvimento de todos os órgãos públicos do Sistema de Segurança Pública nesse processo, particularmente o Estado e o Município, que sentem diretamente os resultados megativos da falta de políticas públicas, sem reafirmar que o maior prejudicado com tudo isso é a sociedade. Sendo a ordem pública um estado de serenidade, apaziguamento e tranquilidade pública, em consonância com as leis, os preceitos e os costumes que regulam a convivência em sociedade, a preservação deste direito do cidadão só será amplo se o conceito de segurança pública for aplicado.


Elaborado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA


sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Vai se formar este ano? Veja dicas para não cair no 'golpe da formatura'

Procon orienta formandos a colocarem tudo no contrato (Foto: TV Globo/Reprodução)

 ATENÇÃO, ESTUDANTES ATALAIENSES FORMANDOS, AQUI VAI MAIS UM ALERTA PARA QUE VOCÊ NÃO VENHA INCORRER EM ERROS E FICAR PREJUDICADO NA HORA DE COMEMORAR SUA FORMATURA. VEJA ARTIGO ABAIXO:

Esta semana, estudantes de várias universidades do Piauí foram à delegacia de Teresina e Picos para denunciar terem sido vítimas de um golpe dos donos de uma empresa que receberam dinheiro para organizar as festas e fugiram. O prejuízo dos estudantes, segundo a polícia, pode ser de mais de R$ 5 milhões.
Em Salvador, no início do mês, dois homens foram presos depois de lesar alunos de um curso de engenharia em R$ 120 mil com o “golpe da formatura”. A empresa deles havia sido contratada para fazer o serviço de bufê da festa, mas os donos desapareceram.
Para garantir o sucesso de uma festa de formatura, o Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor (Procon) recomenda muito cuidado antes de assinar o contrato com uma empresa e durante a organização da festa.
Segundo a especialista em defesa do consumidor da Fundação Procon de São Paulo, Solange Prado, a primeira missão dos estudantes é definir uma comissão de alunos responsável pela formatura. E é importante que esta comissão de formatura escolhida para a tarefa leve muito a sério os detalhes antes da contratação. "A comissão está lidando com os interesses financeiros de muitas pessoas”, diz. “Ela vai representar um número considerável de alunos e deve tomar todas as medidas para que a festa seja uma lembrança agradável”.
A especialista alerta que nunca é possível prever se uma empresa vai descumprir o contrato, mas há algumas precauções que podem dar pistas da idoneidade da fornecedora. “
Ela recomenda que, além de ir a um evento organizado pela empresa, para conhecer de perto o trabalho, é necessário conhecer também a situação financeira dela. Pesquisar o CNPJ da fornecedora na junta comercial e na Receita Federal é um cuidado preventivo que serve, segundo ela, “para não descobrir depois que empresa está em vias de fechar”.
Como o contrato em geral é longo e às vezes dura mais de dois anos, Solange sugere que a consulta do CNPJ seja feita periodicamente.
Outra dica do Procon é buscar no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), disponível na internet, queixas sobre a contratada registradas sobre outros clientes.
Contrato
Além disso, quanto mais detalhes sobre os serviços são incluídos no contrato, mais fácil é exigir que a empresa cumpra o combinado. Solange cita exemplos como o estilo de música que a banda vai tocar, os horários em que ela deve se apresentar, o estilo de decoração do espaço, o que será servido no coquetel e como serão feitas as fotos.
 
Cancelamento do contrato
 
Cláusulas abusivas também devem se rejeitadas, segundo Solange. Uma delas diz respeito ao cancelamento individual do contrato.“O Procon entende abusivo cláusula que estipule a perda total dos valores gastos, mesmo nos casos de reprovação do aluno, que não vai se formar e não vai querer participar da formatura”, afirma ela.
As precauções, porém, não devem terminar com a assinatura do contrato. Solange recomenda que membros da comissão de formatura estejam sempre em contato com a empresa e visitem a sede uma vez ao mês para saber como está o andamento da organização. “Sempre as pessoas têm boa fé, e a gente nunca vai ficar pensando no pior. Mas os cuidados precisam ser mantidos”, diz ela.
Em caso de não cumprimento do contrato, caso a empresa se recuse a ressarcir os formandos, a especialista do Procon afirmou que os universitários podem acionar a Justiça segundo o artigo 28 do Código do Consumidor. Nesse caso, o juiz pode determinar que as pessoas físicas listadas como sócios da firma sejam responsabilizadas pelos danos ao cliente.


Fonte: www.g1.com.br


Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

AMAZONAS RECEBE MAIS DE 13 MILHÕES PARA INVESTIR NA SAÚDE



AMAZONAS RECEBE MAIS DE 13 MILHÕES DE REAIS PARA A SAÚDE. VEJA TAMBÉM QUANTO RECEBEM OS MUNICÍPIOS, INCLUINDO ATALAIA DO NORTE. A VERBA É REFERENTE A PROGRAMAS MANTIDOS NO ESTADO PELO MINISTÉRIO DA SAÚDE, QUE VÃO DO ATENDIMENTO BÁSICO A CIRURGIAS DE ALTA COMPLEXIDADE.


Um total de R$ 13,3 milhões foram pelo Ministério da Saúde, por meio do Fundo Nacional de Saúde (FNS) aos 62 municípios do Amazonas, no período de 16 a 21 de setembro.
A maior parte do recurso – R$ 9,6 milhões – foi destinada ao bloco de Atenção Básica, que financia programas como Saúde da Família, Agentes Comunitários de Saúde e Saúde Bucal, além de vacinação, pequenas cirurgias, dentre outras ações.
Pelo bloco da Assistência Farmacêutica, o repasse foi de R$ 1,4 milhão – verba que é destinada, geralmente, à aquisição de medicamentos e de insumos, além do custeio de ações como controle de endemias, entre outras. Pelo bloco da Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar (MAC), seis municípios amazonenses receberam juntos R$ 570,5 mil.
Do total dedicado ao Amazonas, R$ 5 milhões foram repassados para Manaus, que recebeu quase R$ 1,7 milhão pelo bloco Investimento. Trata-se da segunda parcela do FNS para a construção de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no município, que corresponde a 65% do valor total da obra.
Outros R$ 2,2 milhões foram transferidos para o custeio da Atenção Básica na capital e R$ 738,9 mil para a Assistência Farmacêutica. Mais R$ 1,9 milhão foi transferido via bloco de MAC, destinados especificamente para procedimentos de Nefrologia, serviços de atendimento móvel as urgências (SAMU 192) e para o centro de especialidades odontológicas. 
O município de Parintins – localizado a 325 quilômetros de Manaus - foi contemplado com R$ 432 mil para os blocos MAC (R$ 8,8 mil), Atenção Básica (R$ 377,7 mil) e Assistência Farmacêutica (R$ 45,5 mil).
A cidade de Itacoatiara - a 170 quilômetros da capital - foi beneficiada com R$ 354,3 mil, sendo R$ 8,8 mil para Média e Alta Complexidade, R$ 307,5 mil para Atenção Básica e R$ 38 mil para Assistência Farmacêutica.
Para o município de Manacapuru - a 84 quilômetros de Manaus -, foram destinados R$ 347,6 mil e para a cidade de Iranduba  - distante a 34 quilômetros da capital -, R$ 329,4 mil.
A transferência Fundo a Fundo consiste no repasse de valores, regular e automático, diretamente do FNS para os estados e municípios.
Acomponhe o repasse feito pelo FNS aos municípios.


Fonte: www.acritica.com.br

Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA

terça-feira, 20 de setembro de 2011

SENADORA VANESSA ANUNCIA 1,8 MIL VAGAS PARA ENGENHARIA DE PETRÓLEO E GÁS EM TEFÉ



MANAUS – A senadora pelo Amazonas Vanessa Grazziotin (PCdoB) afirmou, nesta terça-feira (20), que o ministro da Educação, Fernando Haddad, anunciou a criação de cursos de engenharia na área de petróleo e gás em Tefé (a 575 quilômetros de Manaus). As aulas devem ser ministradas no Instituto Federal de Educação de Ciência e Tecnologia (IFET), ainda a ser construído no município.
Segundo Grazziotin, o ministro comprometeu-se com criação dos cursos de engenharia após ouvir sobre os investimentos na região na área de petróleo, tanto pela iniciativa privada quanto pela Petrobras. Segundo ela, o aporte chega a R$ 4,5 bilhões em exploração e produção de petróleo.
Haddad calcula que podem ser criadas cerca de 1,8 mil vagas. “O Brasil precisa de engenheiros nessa área e vamos formá-los também em Tefé”, garantiu.
Ele também prometeu ajudar a solucionar um pleito da Associação Amazonense dos Municípios (AAM) sobre a falta de bancos oficiais no interior do Estado para receber verbas da sua pasta. Um decreto obriga que os repasses só podem ser feitos para as contas das prefeituras em agências oficiais. Ocorre que, dos 62 municípios do Estado, apenas 19 possuem bancos federais.

Fonte: www.portalamazonia.com
Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA


sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Vestibular da UEA abre 5 mil vagas para 24 municípios amazonenses


  ATENÇÃO, ESTUDANTES SECUNDARISTAS DE ATALAIA DO NORTE, O VESTIBULAR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO AMAZONAS - UEA ESTÁ CHEGANDO. NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE. GARANTA SEU INGRESSO AO ENSINO SUPERIOR. INSCREVA-SE

MANAUS – Estarão abertas, a partir da próxima segunda-feira (19), as inscrições para o Vestibular 2012 da Universidade do Estado do Amazonas. Este ano, serão oferecidas 5.060 vagas para cursos em 24 municípios, incluindo Manaus. As provas estão marcadas para os dias 10 e 11 de dezembro de 2011.
Quase duas mil novas vagas foram criadas com a aprovação dos cursos de Tecnologia nas áreas de Gestão Pública e Agrimensura e Bacharelado em Saúde Coletiva. Segundo o reitor da UEA, professor José Aldemir de Oliveira, os novos cursos são uma exigência natural do processo de desenvolvimento do Amazonas.
Ainda este ano, entra em vigor o Sistema Integrado Seriado (SIS), novo mecanismo de ingresso aos cursos superiores da instituição. O sistema avaliará, com provas anuais, o aproveitamento do candidato durante as três séries do Ensino Médio e selecionará os melhores desempenhos. O objetivo é ampliar as condições de acesso aos cursos superiores e substituir o Sistema de Avaliação para o Acesso ao Ensino Superior (Saes) que restringia o processo a candidatos aos cursos de graduação em Engenharia e Tecnologia.

Confira os municípios dos novos cursos do Vestibular 2012 da UEA

Bacharelado em Saúde Coletiva
1 – Boca do Acre
2 – Carauari
3 – Careiro Castanho
4 – Coari
5 – Eirunepé
6 – Humaitá
7 – Itacoatiara
8 – Lábrea
9 – Manacapuru
10 – Manaus
11 – Manicoré
12 – Maués
13 – Novo Aripuanã
14 – Parintins
15 – Presidente Figueiredo
16 – São Gabriel da Cachoeira
17 – Tabatinga
18 – Tefé.

Tecnologia em Gestão Pública
1 – Boca do Acre
2 – Carauari
3 – Careiro Castanho
4 – Coari
5 – Eirunepé
6 – Humaitá
7 – Itacoatiara
8 – Lábrea
9 – Manacapuru
10 – Manicoré
11 – Maués
12 – Novo Aripuanã
13 – Parintins
14 – Presidente Figueiredo
15 – São Gabriel da Cachoeira
16 – Tabatinga
17 – Tefé
18 – Anori
19 – Apuí
20 – Beruri
21 – Fonte Boa
22 – Itapiranga
23 – São Paulo de Olivença
24 – Borba

Tecnologia em Agrimensura
1 – Manaus
2 – Humaitá
3 – Itacoatiara


Fonte: www.portalamazonia.com


Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA

terça-feira, 13 de setembro de 2011

NO ENEM 2010, ATALAIA DO NORTE-AMAZONAS TEM CLASSIFICAÇÃO 205



MANAUS - Apenas uma escola particular do Amazonas ficou entre as cem melhores escolas do país no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em 2010. O Centro de Ensino Lato Sensu ficou em 65º lugar. Nenhuma escola pública do estado entrou para o ranking. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Educação nesta segunda-feira (12). Uma escola indígena do estado de São Paulo teve o pior desempenho.
Para chegar ao resultado, o MEC dividiu a nota final de cada escola pelo respectivo número de participantes. As escolas com participação abaixo de 2% ficaram de fora da contagem. Os resultados foram calculados a partir do desempenho dos alunos concluintes. Entre os 3,2 milhões de estudantes que prestaram o exame, 1 milhão eram egressos do ensino médio regular.
O MEC orienta que é preciso ficar atento ao analisar os dados disponíveis no portal. “Deve se observar que, para algumas escolas, o número de participantes foi pequeno — uma reduzida taxa de participação torna a nota média pouco representativa do conjunto de estudantes da escola. Note-se também que mesmo para as escolas com alta taxa de participação, pode não estar representado o desempenho médio que a instituição de ensino obteria caso todos os estudantes tivessem feito as provas, considerado o caráter voluntário do exame”, informou a assessoria.
As notas foram divididas em quatro grupos diferentes. O grupo um é formado pelas escolas que apresentaram mais de 75% de taxa de participação. O grupo 2 inclui escola com mais de 50% até 75% de taxa de participação. O grupo três considerou as escolas com participação de 25% até 50% de estudantes e grupo quatro engloba escolas com menos de 25% de taxa de participação.
Evolução
O Enem 2010 apresentou evolução no aumento da participação dos estudantes concluintes das escolas regulares públicas e particulares. O número de participantes subiu de 824 mil em 2009 para 1 milhão em 2010. A média também evoluiu. No período 2009-2010, a média passou de 501 para 511 pontos.

VEJA O DESEMPENHO DAS ESCOLAS PUBLICAS DO AMAZONAS CLICANDO NO TÍTULO DESTE ARTIGO

Fonte: www.portalamazonia.com.br


Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA

sábado, 10 de setembro de 2011

O ANONIMATO NÃO É CRIME, MAS PRATICADO COM MÁS INTENÇÕES CAUSA PREJÚIZOS PARA AS PESSOAS DE BEM

EDITORIAL


MANAUS - Em uma bela ocasião, o editor dos artigos publicados neste blog, Rubem Tadeu, filho de Atalaia do Norte, destacou positivamente a deselegância de ser um anônimo. Situações que corriqueiramente vem ocorrendo em alguns sites e blogs relacionados ao povo de Atalaia. Publicar opiniões, principalmente aquelas que denigrem ou maculam a imagem ou a honra de pessoas honestas, não fazem e nunca farão parte das atividades que realizamos na divulgação dos trabalhos em prol da educação dos filhos atalaienses.
Como regra, já deixei claro que todas as publicações que fizermos será sempre assinada, identificada seu autor, destacando claramente a autoria daquele artigo. Veja abaixo as regras que seguimos para de fato respeitar a opinião dos outros, respeitar a imagem das pessoas, respeitá-las como cidadãos:
 
Regras de publicidade:

1) Não publico comentários ofensivos à honra, à imagem ou à dignidade da pessoa humana;
2) Não publico comentários discriminatórios (por questões de etnia, religião, sexo, opção sexual, ideologia política, nacionalidade, naturalidade, origem ou outra qualquer);
3) Não publico comentários que contenham palavras de baixo calão;
4) Enfim, não publico comentários que agridam a ordem jurídica ou a ética cristã;

Ocorre que alguns dias atrás, de forma anônima, um leitor e provavelmente um adimirador deste blog (www.asssociacaodosatalaienses.blogspot.com) fez um comentário sobre o artigo aqui publicado com o título "Afama dá continuidade ao projeto de apoio ao estudante universitário atalaiense". Por ser um comentário sem identidade, sem nome, sem autoria, o comentário não foi publicado. Nada contra o teor do comentário, mas tudo contra a forma como o autor queria destacar sua opinião. Tal atitude fere os princípios que dizem respeito a todos os leitores e adimiradores do blog da AFAMA.
Para ficar bem clara a política de publicidade que adotamos, relembramos aos leitores o seguinte:
Anonimato é a qualidade ou condição do que é anônimo, isto é, sem nome ou assinatura. Deriva do grego ανωνυμία, que significa "sem nome".
Com o advento das mensagens por telecomunicações e, em particular, pela Internet, designa o ato de manter uma identidade escondida de terceiros. Desta forma, o anonimato ocorre:
  • quando se trata de um acontecimento ou de uma obra muito antiga, à qual não é já possível atribuir um autor;
  • quando o autor do ato ou obra pretende deliberadamente esconder a sua identidade.
O anonimato pode ser parcial. Por exemplo, se Maria, Manuel e Joaquim detêm as únicas três chaves de um cofre, e se o cofre é roubado com uso de chave, então o autor do roubo permanece anónimo, embora deva ter sido um de três suspeitos. Ou no caso de uma obra peseudônima, sabemos o nome que o autor quis dar, embora possamos não conseguir associar esse nome a uma pessoa de carne e osso.
Embora, o anonimato tenha esse lado aparentemente normal, muitas pessoas utilizam-se disso para agredir as pessoas de bem, aproveitam para atribuir atos criminosos que não são verdadeiros, ou seja, cometem crime por meio do anonimato. Daí que nos afastamos dessa prática, que serve apenas para que pessoas inidôneas alimentem esse lado ilegal. Para quem tem uma vida proba, reta, o anonimato não faz parte de sua vida.
Portanto, caso qualquer leitor e adimirador do blog da AFAMA deseje fazer comentários acerca dos assuntos publicados, deverá ele fazer identificando-se, assinando em baixo, assumindo sua autoria. Assim terei o prazer em publicar sua opinião, seja ela qual for.
Peço, pois, que zelem pela legalidade, zelem pelo bem estar das pessoas, zelem pela vida normal. E, ainda, se qualquer pessoa desejar publicar algum artigo para divulgar seu trabalho neste blog, poderá entrar em contato conosco e enviar seu artigo que, após as avaliações técnicas, será publicado, contribuindo com aquisição do conhecimento e alimentando a inteligência cognitiva do atalaiense.



Elaborado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

O PODER PÚBLICO TEM O DEVER DE ADMINISTRAR PARA A COLETIVIDADE

EDITORIAL


MANAUS - A administração pública pode ser definida objetivamente como a atividade concreta e imediata que o Estado desenvolve para assegurar os interesses coletivos e subjetivamente como o conjunto de órgãos e de pessoas jurídicas aos quais a Lei atribui o exercício da função administrativa do Estado. Sob o aspecto operacional, administração pública é o desempenho perene e sistemático, legal e técnico dos serviços próprios do Estado, em benefício da coletividade. A administração pública pode ser direta, quando composta pelos entes federados (União, Estados, Municípios e DF), ou indireta, quando composta por entidades autárquicas, fundacionais e paraestatais. Administração Pública tem como principal objetivo o interesse público, seguindo os princípios constitucionais da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência. A administração pública é conceituada com base em dois aspectos: objetivo (também chamado material ou funcional) e subjetivo (também chamado formal ou orgânico).
Segundo ensina Maria Sylvia Zanella Di Pietro o conceito de administração pública divide-se em dois sentidos: "Em sentido objetivo, material ou funcional, a administração pública pode ser definida como a atividade concreta e imediata que o Estado desenvolve, sob regime jurídico de direito público, para a consecução dos interesses coletivos. Em sentido subjetivo, formal ou orgânico, pode-se definir Administração Pública, como sendo o conjunto de órgãos e de pessoas jurídicas aos quais a lei atribui o exercício da função administrativa do Estado". Em sentido objetivo é a atividade administrativa executada pelo Estado, por seus órgãos e agente, com base em sua função administrativa. É a gestão dos interesses públicos, por meio de prestação de serviços públicos. É a administração da coisa pública (res publica). Já no sentido subjetivo é o conjunto de agentes, órgãos e entidades designados para executar atividades administrativas. Assim, administração pública em sentido material é administrar os interesses da coletividade e em sentido formal é o conjunto de entidades, órgãos e agentes que executam a função administrativa do Estado. As atividades estritamente administrativas devem ser exercidas pelo próprio Estado ou por seus agentes.



Elaborado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

TCU abre inscrições de concurso com vagas para a região Norte



BRASÍLIA - O Tribunal de Contas da União (TCU) abre hoje (05), inscrições do concurso para 70 vagas para auditor federal de controle externo: 68 na área de controle externo (42 para auditoria governamental e 26 para auditoria de obras públicas) e 2 na área de apoio técnico e administrativo, na especialidade de psicologia.
Os cargos exigem nível superior de escolaridade em qualquer área de formação nos dois primeiros casos e formação em psicologia no terceiro caso. O salário é de R$ 11.256,83.
As vagas para auditoria de obras públicas e psicologia serão para lotação em Brasília. As vagas para auditoria governamental serão distribuídas da seguinte forma: 22 em Brasília, 3 no Acre, 2 no Amapá, 1 no Amazonas, 6 no Maranhão, 4 em Rondônia e 4 em Roraima.
As inscrições devem ser feitas de 5 a 26 de setembro pelo site http://www.cespe.unb.br//concursos/tcu2011/. A taxa é de R$ 100,00.
O concurso terá provas objetivas e de provas discursivas. Haverá ainda programa de formação, a ser realizado em Brasília, com duração mínima de 120 horas.
As provas objetivas (conhecimentos básicos e específicos) e as provas discursivas (conhecimentos básicos e específicos) serão realizadas em Brasília, Rio Branco, Macapá, Manaus, São Luís, Porto Velho e Boa Vista.
A prova objetiva e prova discursiva de conhecimentos básicos serão aplicadas na data provável de 29 de outubro, no turno da tarde.
A prova objetiva e prova discursiva de conhecimentos específicos serão aplicadas na data provável de 30 de outubro, no turno da tarde.

Fonte: www.portalamazonia.com


Postado por Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA