Google+ Followers

LEIA O TEXTO EM OUTRAS LÍNGUAS / READ TEXT IN OTHER LANGUAGES

quarta-feira, 24 de março de 2010

GRIPE SUÍNA (H1 N1): AMAZONAS REGISTRA SEGUNDA MORTE


Bebê foi retirado em cirurgia cesariana e está na incubadora
A Secretaria de Saúde de Manaus, no Amazonas, informou nesta quarta-feira (24) que uma mulher que estava grávida morreu após contrair o vírus da gripe A (H1N1), popularmente conhecida como suína. Neste ano, o Estado registra 13 casos confirmados da doença, sendo que cinco levaram os pacientes à morte. Duas vítimas estavam grávidas.
De acordo com informações da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas, ela demorou cerca de dez dias para ir a um hospital depois que os sintomas apareceram. A mulher deu entrada no hospital no dia 13 de março com problemas respiratórios e foi internada diretamente na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), onde recebeu doses de oseltamivir (que tem nome comercial Tamiflu), mas o medicamento já não responde tão bem após tantos dias de infecção. Ela morreu nesta terça-feira (22).
No último dia 16, com sete meses de gestação, o feto foi retirado em uma cesariana. O bebê está em uma incubadora em estado grave.
Um estudo divulgado em janeiro pelo Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo indicou que as grávidas que estão no segundo ou terceiro trimestre de gestação têm 4,3 vezes mais chance de morrer em decorrência de gripe A. As gestantes têm seus sistemas imunológicos suprimidos para que o organismo não rejeite o feto, e muitas também podem sofrer pressões do bebê sobre os pulmões.
Por isso, as grávidas estão incluídas entre os grupos prioritários para receber a vacina contra a gripe suína. A vacinação para esse grupo começou nesta segunda-feira (22) e vai até 2 de abril.


http://www.r7.com/

Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA

sábado, 20 de março de 2010

MUNICÍPIOS DO AMAZONAS ACEITAM IMPLANTAR LABORATÓRIOS DE QUALIDADE DA ÁGUA



MANAUS - A Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), pretende implantar até o final deste ano, 18 laboratórios de vigilância da qualidade da água para consumo humano. A proposta preconizada pelo Ministério da Saúde (MS) como medida de atenção básica à saúde, faz parte do Pacto pela Saúde e é responsabilidade das gestões municipais.
Segundo informações da FVS, nem todos os municípios do Amazonas executam a vigilância da qualidade da água consumida pela população. Segundo o gerente de riscos não biológicos da Fundação, Nailton Lopes, a FVS entra com a sensibilização dos gestores e equipamentos e os municípios providenciam a recursos humanos e insumos de laboratório.
- Os profissionais que assumem esta atividade, normalmente são da própria vigilância sanitária do município, completa Nailton.
A expectativa da FVS é que sejam analisadas até dezembro de 2010, até quatro mil amostras de água. A população é a maior beneficiada com a vigilância da qualidade da água, uma vez que a vigilância epidemiológica dos municípios pode se beneficiar com as informações sobre as fontes de doenças de veiculação hídrica como a diarréia e a hepatite.

Municípios com laboratório em funcionamento, com respectivos equipamentos doados pela FVS:

1. Manaus - autoclave;
2. Parintins - estufa bacteriológica;
3. Itacoatiara - câmara escura;
4. Presidente Figueiredo - turbidímetro;
5. Tefé - medidor de cloro;
6. Manaquiri - refrigerador;
7. Nova Olinda do Norte - ?
8. São Paulo de Olivença - ?
9. Atalaia do Norte - ?

Municípios e laboratórios com funcionamento previsto ainda para 2010:

1. Codajás -
2. Borba -
3. São Gabriel da Cachoeira -
4. Eirunepé -
5. Envira -
6. Novo Aripuanã -
7. Alvarães -
8. Pauini - 
9. Guajará -

Como rotina do programa, após a análise da água, deve ser realizado um conjunto de orientações para correção das não conformidades detectadas, através de orientações de como proceder para a limpeza dos reservatórios. Essa medida traz, em médio prazo, a melhoria dos sistemas de abastecimento de água, melhorando dessa forma a saúde da população. (JK)

Gostaria de que os nossos amigos atalaienses manifestassem-se a respeito do assunto supra para afirmar a veracidade da declaração de que em Atalaia do Norte o laboratório está em pleno funcionamento. Se for confirmado o funcionamento, que diga se os resultados obtidos são realmente o esperado.
Aguardo sua participação. Comente.


Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA

sexta-feira, 19 de março de 2010

PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA 2 SERÁ MAIOR E PODE INCLUIR BANCO DO BRASIL.


SEGUNDA FASE TEM CON'DIÇÕES DE SUPERAR RESULTADOS OBTIDOS PELA PRIMEIRA

No que depender das expectativas de representantes do setor imobiliário, a segunda etapa do programa Minha Casa, Minha Vida, prevista para ser lançada ainda este mês pelo governo federal, tem condições de superar com folga os resultados obtidos na primeira fase.
Prestes a completar um ano do lançamento, o programa deve resultar na entrega de cerca de 300 mil unidades prontas até dezembro de 2010, conforme dados da CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção).
Até 1º de março, foram contratadas 330.191 moradias no programa, volume inferior à meta da Caixa Econômica Federal de 400 mil unidades em 2009. Os projetos apresentados à instituição foram bem mais elevados, representando 725.269 unidades.
O desempenho do programa atual, porém, não levou a uma revisão do prazo final estabelecido pelo governo em 25 de março do ano passado: contratar 1 milhão de moradias até o final de 2010.
A adoção de um único banco como agente financiador - a Caixa - é apontada como um fator a ser revisto na segunda etapa do programa, que pode incluir o Banco do Brasil, segundo o presidente do SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo), Sergio Watanabe.
- O BB já começou a se mobilizar para aperfeiçoar sua estrutura em crédito imobiliário. A entrada de outros agentes no programa agilizaria as contratações e evitaria atrasos.
O presidente do Secovi-SP, sindicato que representa o setor de habitação em São Paulo, João Crestana, acredita que a meta de 400 mil unidades contratadas em 2009 era, na realidade, um desafio interno.
- A Caixa não é o mecanismo mais ágil em termos de contratação. Mas, apesar da burocracia, está fazendo sua parte.
A CBIC acredita que o Minha Casa, Minha Vida 2 deve ser lançado em 29 de março, juntamente com a segunda etapa do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento).
O presidente da CBIC, Paulo Safady Simão, espera que a nova etapa inclua 3 milhões de residencias e subsídios governamentais de R$ 48 bilhões a R$ 72 bilhões. A primeira edição do Minha Casa, Minha Vida previa R$ 34 bilhões em empréstimos e subsídios para 1 milhão de residências.
Para suprir a carência de 5,6 milhões de moradias no país, com base em dados de 2008, seriam necessários, em média, 15 anos e cerca de R$ 400 bilhões, segundo estimativa do Secovi-SP.



Rubem Tadeu - Presidente da FAMA

BACIA DO RIO SOLIMÕES VAI RECEBER SUPORTE DE R$ 1 BILHÃO


A empresa HRT Oil & Gas realiza estudos para, posteriormente,
investimento na exploração de petróleo e gás na região



A exploradora HRT Oil & Gas anunciou ontem que irá investir R$ 1,1 bilhão na exploração de petróleo e gás na Bacia do Solimões, no Amazonas. A empresa já começou os trabalhos, e atualmente está em fase de aprofundamento de estudos para dar início à produção.
Em visita à Manaus, ontem, o presidente da HRT Oil & Gas, Márcio Rocha Melo, disse à emissora de TV local que a empresa vai investir, nos próximos cinco anos, R$ 1,1 bilhão na exploração de uma área de 50 mil quilômetros quadrados. “Para se ter noção, é uma área equivalente a uma Bélgica e meia”, exemplificou.
Serão gerados milhares de empregos, inclusive de alta escala, pois os trabalhos da exploradora trarão ao Estado, alta tecnologia, nas áreas de engenharia, geologia e biologia. Além destes, serão criados milhares de postos nas áreas de soldagem e suporte.
Segundo o presidente, estudos extremamente aprofundados para avaliação de todo o potencial da bacia são desenvolvidos atualmente e, dentro de dois meses, serão concluídos. Quando finalizados, os resultados apurados serão certificados por uma empresa internacional.
Quanto ao potencial da Bacia do Solimões, Melo preferiu não citar valores, mas garantiu que a potencialidade da região é muito grande. “Posso dizer que é um potencial muito grande, que vai permitir aumentar a importância do Amazonas no cenário petrolífero brasileiro”, afirmou.
A expectativa é de que, nos próximos cinco anos, sejam produzidos no mínimo cem mil barris de petróleo equivalente, óleo e gás, por dia. E, para isso, a empresa irá se dedicar maciçamente na região amazônica. “O plano da empresa é focalizar todas as atenções para a Bacia do Solimões, que tem um potencial muito grande”, declarou Melo. A tarefa de explorar a Bacia do Solimões é considerada um desafio pelo presidente da HRT, pois essa é uma bacia sedimentar complexa.

Equipe de 150 pessoas
Atualmente, um grupo formado por 150 profissionais, constituído em maioria por ex-biólogos, engenheiros e geólogos da Petrobras, está trabalhando no Rio de Janeiro. A equipe forma, segundo Melo, um potencial de conhecimento que permite alavancar a atuação na Bacia do Solimões de maneira muito rápida.

‘Sonho antigo’
A exploração da Bacia do Solimões, além de representar um marco na história energética amazonense, constitui-se um sonho antigo do fundador e presidente da HRT Oil & Gás, Márcio Rocha Melo. “Por 31 anos eu trabalhei na Petrobras, e quando eu deixei a empresa, sempre o meu sonho foi um dia voltar, porque o potencial desta região é imenso para óleo de boa qualidade e para gás”, lembrou.
A descoberta deste potencial, segundo ele, aconteceu em 1979, quando atuando como geólogo da Petrobrás, esteve na área do rio Juruá e participou da perfuração de um poço.
Quanto à atual tendência de sustentabilidade, inexistente há 30 anos, Melo disse que esta é uma parte fundamental do trabalho, mas lembrou que o próprio slogan da empreiteira é ‘A empresa verde’. “Essa é a parte mais crítica e fundamental da HRT. Nossa empresa é chamada empresa verde e vai atuar extremamente associada à preservação do meio ambiente, com uma política social extremamente avançada”, garantiu.
Está nos planos da empresa também a criação de um centro de excelência na região, para diagnóstico de malária e leishmaniose. Ao instituir este núcleo, em conjunto com órgãos de saúde municipais, estaduais e federais, a HRT pretende beneficiar não somente toda a população local, como também os próprios trabalhadores, pois a região da Amazônia é uma área de alta incidência das enfermidades.

A HRT Oil & Gas
No dia 4 de novembro do ano passado, foi anunciado o nascimento de uma nova empresa de produção e exploração de petróleo no Brasil. A HRT Oil & Gas, empresa que pertence à HRT Participações, comandada por Márcio Rocha, geólogo e empresário, que trabalhou por 31 anos na Petrobras, controla também a HRT Petroleum, consultoria criada em 2004 e que presta serviços para várias empresas do setor no Hemisfério Sul.
A HRT Oil & Gas tem contrato firmado com a Petra Energia e a M&S Brasil para controlar, como operador, 51% dos 21 blocos de exploração na Bacia de Solimões, na Região Amazônia





Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA

sábado, 13 de março de 2010

O VERDADEIRO ESPÍRITO PASCOAL. VIVA ISSO!!



Origens do termo, Páscoa entre os judeus e cristãos, a história do coelhinho da páscoa e os ovos de chocolate, significados, importância, formas de comemoração e celebrações, rituais e símbolos

AS ORIGENS DO TERMO
A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

ENTRE AS CIVILIZAÇÕES ANTIGAS
Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores. Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.

A PÁSCOA JUDÁICA
Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moises, fugiram do Egito.
Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

A PÁSCOA ENTRE OS CRISTÃOS
Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo). O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior al equinócio da Primavera (21 de março).
Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.

A HISTÓRIA DO COELHINHO DA PÁSCOA E OS OVOS
A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.
Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.
A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.


Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA

quarta-feira, 10 de março de 2010

NAUFRÁGIO NO RIO SOLIMÕES DEIXA DOIS DESAPARECIDOS


Segundo bombeiros, 90 pessoas teriam sido resgatadas por outro barco. Embarcação teria atingido tronco de árvore próximo à cidade de Anori (AM).






Pelo menos duas pessoas permanecem desaparecidas após o naufrágio de um barco no Rio Solimões, nesta quarta-feira (10.03.2010). Segundo a Capitania dos Portos do Amazonas, o local é de difícil acesso e ainda não é possível saber se as equipes da Marinha e do Corpo de Bombeiros de Manaus conseguiram chegar ao local do naufrágio a tempo de iniciarem o resgate das vítimas.
O comandante da Capitania dos Portos, Paulo Brito, informou ao G1 que a embarcação saiu de Manaus com 48 pessoas. "O proprietário do barco me informou que o mesmo número de pessoas estavam na embarcação no momento do acidente."
O Corpo de Bombeiros de Manaus informou que a embarcação estava com 92 pessoas quando afundou parcialmente após bater no tronco de uma árvore próximo à cidade de Anori (AM).
Ainda segundo os bombeiros, 90 pessoas foram resgatadas por ocupantes de um outro barco que passava pelo local. "Não sabemos como está a situação no local, pois não há como fazer comunicação com as equipes que foram até o naufrágio", disse Paulo brito.
Uma equipe de mergulhadores do Corpo de Bombeiros foi enviada ao local para ajudar no trabalho de buscas aos desaparecidos.


Fonte: http://www.g1.com.br/




*****************************************************************
*****************************************************************



MANAUS - O Barco Recreio A.Nunes naufragou nesta madrugada (10) no Rio Solimões, nas proximidades do município de Anori, distante 234 quilômetros de Manaus.

O acidente ocorreu por volta de 1h, entre os municípios de Anori, Anamã e Beruri, quando a embarcação teria batido em um tronco de árvore que flutuava sobre o rio. O barco teve a estrutura perfurada e afundou parcialmente.
Informações da Capitania dos Portos dão conta que o barco estava regular, pois tinha capacidade transportar 177 passageiros, e saiu ontem à noite de Manaus transportando cerca de 92 pessoas e cargas com destino a Tefé.
Duas pessoas estariam desaparecidas e as demais foram resgatadas por um barco que passava pelo local. Equipes da Marinha e do Corpo de Bombeiros estão sendo enviadas ao local para realizar as buscas. (JCM)


http://www.portalamazonia.com/

Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA

segunda-feira, 8 de março de 2010

FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER


A MULHER NOTA DEZ

A Associação dos Filhos e Amigos Atalaienses Residentes em Manaus - AFAMA tem a honra de homenagear a mulher por este especial dia em sua vida. Sabemos pois que o dia 08 de março serve apenas de marco para que todos possam unir as forças, as energias e os pensamentos positivos para valorizar mais e mais a mulher, enaltecendo suas qualidades, já que todos os dias devemos tratá-las com carinho, com amor, com afeto, com atenção e muita paixão. Abaixo segue um texto, cujo autor é desconhecido.

"Você nasceu para ser amada como deve ser uma mulher. Nós, na verdade, conhecemos a capacidade de vocês e reconhecemos que são “portadoras de vitórias”. constantemente nos mostram o rumo para encontrarmos um caminho vitorioso.
Todos os louros hoje vão para vocês. É o Dia da Mulher e vou render todas as homenagens para a sua pessoa.
Você, que tem muita liderança, dedicação ao prazer, dedicação à família, ao trabalho e sabe indicar o rumo certo a, para alcançar o sucesso em suas respectivas carreiras. Você é mesmo “dez” e merece todos os tributos.
Sua perseverança notável sempre a conduz no caminho do sucesso. Enfim, mulher, vocês são notáveis e devem ser distinguidas neste Dia Internacional da Mulher. Nós homens, além de admirá-las, nem sempre admitimos suas qualidades, mas confessamos que vocês são verdadeiras, verdadeiras guerreiras.
Do fundo do coração masculino, saiba que o maior desejo do homem fluirá  de tal modo despertará a felicidade que vocês merecem.
É pela sua beleza e magnetismo que nos rendemos, pelos seus encantos que nos ajoelhamos a seus pés.
Bela “portadora da vitória”, espero poder ser para toda a vida o seu mais sincero seguidor."


Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA

VACINAÇÃO CONTRA NOVA GRIPE COMEÇA NESTA SEGUNDA EM TODO O BRASIL


ATENÇÃO, ATENÇÃO

MUITA ATENÇÃO


Até o dia 19, apenas profissionais da saúde e indígenas serão imunizados. Confira o calendário completo da campanha de vacinação.

Começa nesta segunda-feira (8) a primeira etapa da campanha nacional de vacinação contra o vírus influenza A (H1N1). Até o dia 19 de março, profissionais da saúde e povos indígenas que vivem em aldeias serão imunizados contra a nova gripe.
O Ministério da saúde estima que, nesta primeira fase, 1,9 milhão de trabalhadores de serviços de saúde e 566 mil índios sejam vacinados. A vacinação será gratuita e dividida em cinco etapas, conforme o público-alvo (veja tabela abaixo).
O calendário é o mesmo em todo o Brasil, e os locais e horários de vacinação serão definidos pelas secretarias de saúde de cada estado. Para ser vacinado é necessário pertencer a algum grupo indicado pelo ministério. É preciso levar ao posto de vacinação o RG e a carteirinha de vacinação. O medicamento é contra-indicado a quem tem alergia a ovo.

CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE A (H1N1)

# 8 a 19 de março = Profissionais da Saúde Médicos, enfermeiros, recepcionistas, pessoal de limpeza e segurança, motoristas de ambulância, equipes de laboratório e profissionais que atuam na investigação epidemiológica.
# 8 a 19 de março = Povos indígenas População que vive em aldeias. A vacinação será realizada em parceria com a Funasa (Fundação Nacional de Saúde).
# 22 de março a 2 de abril = Gestantes Mulheres grávidas em qualquer período de gestação. As mulheres que engravidarem depois de 2 de abril podem tomar a vacina até 21 de maio.
# 22 de março a 2 de abril = Pessoas com problemas crônicos com até 60 anos de idade Serão vacinadas as pessoas com os seguintes problemas:
• Obesidade grau 3 - antiga obesidade mórbida (crianças; adolescentes e adultos);
• Doenças respiratórias crônicas desde a infância (exemplos: fibrose cística, displasia broncopulmonar);
• Asmáticos (formas graves);
• Doença pulmonar obstrutiva crônica e outras doenças crônicas com insuficiência respiratória;
• Doença neuromuscular com comprometimento da função respiratória (exemplo: distrofia neuromuscular);
• Imunodeprimidos (exemplos: pacientes em tratamento para aids e câncer ou portadores de doenças que debilitam o sistema imunológico);
• Diabetes mellitus;
• Doença hepática (exemplos: atresia biliar, cirrose, hepatite crônica com alteração da função hepática e/ou terapêutica antiviral);
• Doença renal (exemplo: insuficiência renal crônica, principalmente em pacientes com diálise);
• Doença hematológica (hemoglobinopatias);
• Pacientes menores de 18 anos com terapêutica contínua com salicilatos (exemplos: doença reumática auto-imune, doença de Kawasaki);
• Portadores da Síndrome Clínica de Insuficiência Cardíaca;
• Portadores de cardiopatia estrutural com repercussão clínica e/ou hemodinâmica (exemplos: hipertensão arterial pulmonar, valvulopatias, cardiopatia isquêmica com disfunção ventricular).
# 22 de março a 2 de abril = Crianças entre seis meses e dois anos de idade incompletos (23 meses). Elas devem receber meia dose da vacina e, depois de 21 dias, poderão tomar a outra meia dose.
# 5 a 23 de abril = População de 20 a 29 anos Qualquer pessoa nessa faixa etária.
# 24 de abril a 7 de maio = Idosos com problemas crônicos (mais de 60 anos de idade). O período coincide com a vacinação de idosos para a gripe comum. Quando eles forem tomar a vacina, receberão também imunização contra o vírus influenza A (H1N1) caso tenham algum destes problemas:
 • Obesidade grau 3 - antiga obesidade mórbida (crianças; adolescentes e adultos);
• Doenças respiratórias crônicas desde a infância (exemplos: fibrose cística, displasia broncopulmonar);
• Asmáticos (formas graves);
• Doença pulmonar obstrutiva crônica e outras doenças crônicas com insuficiência respiratória;
• Doença neuromuscular com comprometimento da função respiratória (exemplo: distrofia neuromuscular);
• Imunodeprimidos (exemplos: pacientes em tratamento para aids e câncer ou portadores de doenças que debilitam o sistema imunológico);
• Diabetes mellitus;
• Doença hepática (exemplos: atresia biliar, cirrose, hepatite crônica com alteração da função hepática e/ou terapêutica antiviral);
• Doença renal (exemplo: insuficiência renal crônica, principalmente em pacientes com diálise);
• Doença hematológica (hemoglobinopatias);
• Pacientes menores de 18 anos com terapêutica contínua com salicilatos (exemplos: doença reumática auto-imune, doença de Kawasaki);
• Portadores da Síndrome Clínica de Insuficiência Cardíaca;
• Portadores de cardiopatia estrutural com repercussão clínica e/ou hemodinâmica (exemplos: hipertensão arterial pulmonar, valvulopatias, cardiopatia isquêmica com disfunção ventricular).
# 10 a 21 de maio = População de 30 a 39 anos Qualquer pessoa nessa faixa etária.


Rubem Tadeu - Presidente da AFAMA